Fátima | Santuário não foi ouvido quanto à aplicação de taxa turística

Reitor Carlos Cabecinhas Foto: Santuário de Fátima

O Santuário de Fátima não foi consultado quanto à aplicação de uma taxa turística à hotelaria do concelho de Ourém, uma proposta do município que aprovou recentemente a abertura da consulta pública. Em conferência de imprensa esta sexta-feira, 12 de outubro, que abre a peregrinação aniversária de outubro, o Reitor Carlos Cabecinhas referiu que não vai comentar a questão.

PUB

“Não fomos ouvidos sobre essa questão, o Santuário não foi consultado” sobre a decisão camarária de criar a taxa turística. “O Santuário tem-se pautado sempre pelo princípio de não comentar decisões da Câmara Municipal”, afirmou, “não comentamos, mas não fomos de facto ouvidos”.

O executivo municipal decidiu propor a aplicação de uma taxa de um euro às dormidas até três noites na hotelaria do concelho, concentrada sobretudo em Fátima, ao exemplo do que fazem outras cidades de elevada atração turística. A medida não recebeu a concordância da ACISO – Associação Empresarial Ourém Fátima, que destacou o caso particular de Fátima e a dependência que a cidade religiosa tem do setor turístico.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here