Fátima | Peregrinos começam a chegar ao Santuário e são cada vez mais internacionais (c/video)

Nas vésperas da peregrinação de 12 e 13 de maio, são já muitos os peregrinos que chegam à Cova da Iria e procuram uma cama no Albergue do Peregrino do Santuário de Fátima. A instituição tem uma longa tradição de acolhimento e recebe pessoas das mais variadas origens. Na sexta-feira, 10 de maio, quando o mediotejo.net realizou a reportagem, sucediam-se os peregrinos e turistas que chegavam ou deambulavam nas imediações da casa, constatando que o Santuário de Fátima é uma instituição cada vez mais internacional.

PUB

No momento em que o mediotejo.net visitava o albergue, a ocupação de mil camas encontrava-se ainda bastante longe de ser atingida. Pela manhã de sábado, dia 11, já estava esgotada. Esta é a norma no Santuário de Fátima, que se prepara para receber mais uma peregrinação aniversária, este ano presidida pelo Cardeal das Filipinas, Luis Antonio Tagle.

Os caminhos que conduzem à cidade religiosa permanecem repletos de fé, mas são cada vez mais internacionais. Embora os portugueses ainda sejam a maioria a chegar a pé ao albergue, o nosso jornal encontrou com facilidade vários caminhantes estrangeiros.

Rudy Noriega, jornalista da BBC em férias a fazer o caminho de Santiago, encontrou no seu percurso um grupo de peregrinos que se dirigia a Fátima e decidiu fazer o desvio. Visitante regular do Santuário de Lourdes, moveu-o sobretudo a curiosidade de conhecer a cidade religiosa portuguesa e perceber as semelhanças. Bastante entusiasmado pela visita, foi pedir informações sobre estadia no Santuário, tendo acabado por conseguir uma vaga no Albergue do Peregrino.

Já Rita Soares é uma guia do concelho de Gondomar e faz há 40 anos o percurso de mais de duas centenas de quilómetros até Fátima, guiando quem a procura. Após o registo no Albergue do Peregrino do Santuário de Fátima na manhã de sexta-feira, aguardava este grupo um programa de devoção, terço e missa durante os três dias da estadia em Fátima. Um esforço de fé, comentou a responsável ao mediotejo.net, depois de um percurso difícil mas onde também se registam os seus “milagres”.

PUB

O Albergue do Peregrino costuma esgotar na peregrinação de maio, mas não faz reservas, funcionando por ordem de chegada. A instituição acolhe quem chega a pé e fornece um espaço com cama, instalações sanitárias e refeições. Durante a madrugada entre 12 e 13 de maio, onde muitas pessoas ficam acordadas, é servido chá e bolinhos, inclusive a quem se encontra nas imediações da casa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here