Especial Mação | Descubra como o concelho se mostra nos cinco dias de feira

O concelho de Mação volta a mostrar-se durante cinco dias (de 27 de junho até este domingo, dia 1 de julho) e os milhares de visitantes que está habituado a receber durante a Feira Mostra regressam ao Largo Infante D. Henrique (Largo da Feira) para (re)descobrir o artesanato, a gastronomia e as atividades económicas locais. O programa junta 85 stands de exposição, sete espaços de restauração e cinco bares à música, atividades radicais e infantis, desporto, literatura e artes plásticas.

O Infante D. Henrique já se habitou a partilhar o nome do largo com a feira que lhe está associada. É neste local que o concelho de Mação volta a partilhar aquilo que considera ter de melhor e contribui para o tornar único. Os sabores, as artes e ofícios, a cultura, os negócios e o desporto fazem parte da lista de propostas que voltam a aguardar a chegada de milhares de visitantes.

O recinto recebe o público a partir das 16h00 este fim-de-semana. Horários coincidentes com a abertura dos stands de exposição, que encerram à meia-noite de 30 de junho e 1 de julho (fim-de-semana). Entre eles, encontra-se o dividido pelo AmarMação e o município, onde se realizou a cerimónia de distinção a empresários locais, na sexta-feira, dia 29.

Jorge Palma atuou com a Orquestra Filarmónica 12 de Abril e seis elementos da Banda da Sociedade Filarmónica União Maçaense. Foto: José Bandos

Este espaço também recebe momentos culturais associados à XX Feira do Livro, que decorre nos cinco dias da Feira Mostra. No sábado, dia 1, pelas 21h30, o público vai estar “À Conversa com…” Carlos Bernardo, autor do blog “O Meu Escritório é Lá Fora! – Diário de um Sonhador” e, no domingo, são apresentados os livros “Respira Natureza em Mação”, de GADY Rui Santos, e “Singularidades de uma Mulher de 40”, de Elsa Ribeiro Gonçalves às 18h00 e às 19h30, respetivamente.

Igualmente integrado no programa literário está uma sessão conjunta de autógrafos com “Autores de Mação” que decorreu no dia 29 no stand da Feira do Livro, localizado no anfiteatro José Costa. Além das iniciativas pontuais é possível visitar este stand durante o horário da Feira Mostra e o mesmo acontece com o espaço radical com parede de escalada e os insufláveis, que recebem os últimos visitantes pouco antes das 23h00 entre 27 e 30 de junho e das 22h00 no último dia.

A cultura também inclui muita música, que percorreu as ruas da vila a partir das 18h00 de dia 29 durante a arruada da Sociedade Filarmónica União Maçaense. No recinto, estará concentrada nos dois palcos durante as atuações de artistas conhecidos na região e no país e Djs locais. As sonoridades do palco principal dão destaque ao pop e ao rock e começam às 23h00, com exceção de 1 julho em que o início está marcado para meia-hora mais cedo.

O concerto dos UHF está marcado para a noite de sábado. Foto: DR

Por aqui passaram, a 27, a banda Som da Frente com um tributo aos Xutos & Pontapés, a 28 os Kwantta, a 29 Jorge Palma com a Orquestra Filarmónica 12 de Abril e seis elementos da Banda da Sociedade Filarmónica União Maçaense, a 30 passam os UHF e a 01 de julho Carlão. O segundo palco recebe os Djs depois deste espetáculos, que fazem as despedidas entre os dias 28 e 30, a partir da 01h00. A música eletrónica na primeira data foi o do Dj Street, a segunda do Dj Rasilmar e o da terceira é partilhado pelos Djs Muamba e Dhalvs, o último subindo ao palco às 02h30.

Neste palco realizam-se concertos às 22h30 de sábado e às 21h30 de domingo. No dia 27 atuou o Conservatório de Música FirMação, no dia 28 a FunFarra da Sociedade Filarmónica União Maçaense, no dia 29 o Grupo de Cantares da Serra, este sábado, dia 30, o Grupo Musical Amendoense e a fechar o cartaz, no dia 1, o Grupo de Cantares Os Maçaenses.

As propostas são reforçadas por duas iniciativas fora do recinto da Feira Mostra, com a inauguração da instalação artística de António Colaço “Vamos Incendiar.Te, Mação” junto à Igreja Matriz de Mação, pelas 16h45 deste sábado, dia 30, e a apresentação do GEMA – Gabinete Empreendedor de Mação, seguida pela visita a este local e a assinatura de contratos com empresas, a partir das 16h30 de domingo, 1 de julho, no Centro de Negócios.

O Conservatório de Música FirMação estreiam o segundo palco no dia 27. Foto: DR

Além destas atividades, ainda há espaço no programa as desportivas e de lazer preparadas em conjunto pelo município e associações locais, como os torneios de sueca e da malha, ambos organizados pelo Grupo de Cicloturismo de São José das Matas. O primeiro tem lugar no restaurante do Centro de Dia de São José das Matas e o segundo no recinto da Feira Mostra.

As atividades deste sábado começaram às 09h00 com o Encontro de cães de parar com largada de perdizes na localidade de Castelo, organizado pela A.C.R. dos Caçadores do Castelo, e um momento dedicado à canoagem em Ortiga organizado pelos Amigos da Estação, que incluiu transporte de ida e volta para a vila de Mação. A tarde é de cor e ritmo com a Color Run organizada pelo Grupo D.C.R. Penhascoso, às 18h00, e uma sessão de zumba no palco 2, às 19h30.

Domingo também é dia de passeio e começa cedo com o Trail das Zagaias organizado pelo B.T.Z. Mação e a A.R.C. Chão de Codes, partindo o autocarro do recinto da feira às 08h30 rumo ao Parque de Merendas do Brejo. Os passeios de motorizadas clássicas, de cicloturismo e pedestre “Rota do Sagrado” começam meia-hora mais tarde. O primeiro é organizado pelo C.S.C.D. de Envendos e Amigos das Velhas Máquinas de Envendos, o segundo pelo G.D.R. de Carvoeiro e o terceiro pelo C.C. de Queixoperra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here