Entroncamento | Município atribui mais de 115 mil euros às coletividades

Câmara do Entroncamento (Foto: José Gaio)

Está definido o apoio do Município do Entroncamento ao associativismo do concelho para o ano de 2018, que será de 115.250 euros, verba distribuída por associações cívicas (27.000 euros), culturais (8.450 euros), desportivas (56.560 euros), educacionais (3.360 euros) e sociais (19.880 euros).

PUB

O Município considera que se trata de “um investimento que se fundamenta no manifesto interesse público das atividades desenvolvidas pelas Associações para toda a comunidade local”.

As candidaturas aos apoios estiveram abertas até 30 de novembro e foram analisadas posteriormente por um júri, composto por três representantes do Município e três elementos indicados pelas Associações, que representem o desporto, a cultura e a área social, na proporção de um elemento por área.

Conforme explica a Autarquia, o valor pecuniário atribuído depende de vários indicadores, nomeadamente a atividade regular e contínua da Associação, o número de participantes envolvidos, o seu funcionamento enquanto escola de determinada modalidade e a sua dimensão distrital, nacional, internacional, entre outros.

Em comunicado de imprensa sublinha-se que “o apoio dado pelo Município às Associações não se restringe ao apoio financeiro anual, uma vez que no decorrer do ano e no âmbito das atividades desenvolvidas, surgem muitas vezes necessidades pontuais de apoio, quer financeiro, logístico, materiais de apoio, etc”.

PUB

Em 2017 o apoio às Associações foi superior a 335 mil euros, nomeadamente 115.510 de apoios anuais e 219.532,49 euros de apoios pontuais. Estes últimos foram de variada ordem, nomeadamente apoio financeiro para a aquisição de viaturas, ofertas institucionais (brindes), impressão de cartazes de eventos, isenção de ocupação de mupis, manutenção de equipamentos, transportes, utilização de espaços municipais, entre os quais, as piscinas, o pavilhão, campos de ténis, campos de futebol e pista de atletismo.

O Presidente da Câmara Municipal, Jorge Faria, considera “fundamental dar continuidade à cooperação entre a autarquia e as Associações, nomeadamente através da atribuição destes apoios como forma de reconhecer o seu importante papel no desenvolvimento cultural, recreativo, juvenil, desportivo e social do concelho.”

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here