Ensino Profissional é um sucesso na Escola de Ferreira do Zêzere

Alunos dos cursos profissionais na Escola Secundária de Ferreira do Zêzere realizam diversas visitas de estudo durante o ano letivo para tomarem contacto com as empresas. Foto: Agrupamento de Escolas de Ferreira do Zêzere

A Escola Básica e Secundária de Ferreira do Zêzere é a única instituição do concelho que disponibiliza oferta na área do ensino profissional. E tem sido um sucesso: as empresas da região manifestam interesse em contratar temporariamente os formandos, os alunos arranjam emprego e muitos deles prosseguem estudos superiores na área. Para o ano letivo de 2016/2017, a oferta formativa para os alunos que vão iniciar o 10º ano são os cursos de Técnico de Desporto e Técnico de Apoio Psicossocial, novo a nível nacional.

Num concelho onde os setores de atividade predominantes são a agricultura, indústrias alimentares, o pequeno comércio, os serviços públicos e o turismo rural, o Agrupamento de Escolas de Ferreira do Zêzere aposta na disponibilização de cursos profissionais que vão de encontro aos interesses vocacionais dos alunos mas também as necessidades do tecido empresarial local.

A Escola Básica e Secundária de Ferreira do Zêzere já teve os cursos de Técnico de Informática de Gestão, Técnico de Apoio à Infância, Técnico Animador Sociocultural, Técnico de Energias Renováveis, Técnico de Receção, Técnico de Comércio, Técnico de Jardinagem e Espaços Verdes, Técnico de Mecatrónica Automóvel e Técnico de Turismo Ambiental e Rural.

Para este ano letivo de 2016/2017, a oferta formativa para os alunos que vão iniciar o 10º ano são os cursos de Técnico de Desporto e Técnico de Apoio Psicossocial, novo a nível nacional.

fzezere_cursos profissionais2
O curso de Técnico de Apoio Psicossocial vai este ano abrir pela primeira vez a nível nacional e em Ferreira do Zêzere os alunos irão ter aulas práticas nas infraestruturas e equipamentos das várias instituições sociais do concelho. Foto: Agrupamento de Escolas de Ferreira do Zêzere

Segundo explicou ao mediotejo.net a professora Henriqueta Silva, da Direção do Agrupamento de Escola de Ferreira do Zêzere, “para o curso de Técnico de Apoio Psicossocial existe uma oferta de infraestruturas e equipamentos, nas várias instituições sociais do concelho, onde é facilitada a lecionação de aulas práticas, de modo a preparar os alunos a intervir junto de indivíduos, grupos, comunidades com necessidades específicas, promovendo o seu desenvolvimento pessoal e sociocomunitário, bem como em comunidades em que não sejam detetadas necessidades especiais, nomeadamente escolas, lares de terceira idade, centros de ATL”.

A Escola de Ferreira do Zêzere tem uma parceria com o Centro de Saúde Local, “no âmbito do plano nacional de saúde oral e num projeto de educação sexual, nomeadamente em atividades e workshops e formação interna onde os alunos, professores e funcionários têm participado de modo a desenvolverem e participarem em equipas pluridisciplinares onde desenvolvem atividades no âmbito da Educação para a Saúde”, refere a professora Henriqueta Silva.

O curso de Técnico de Desporto surge, explica Henriqueta Silva, “após análise da envolvente empresarial relativa a atividades desportivas e aproveitamento dos recursos naturais da nossa região e indo ao encontro das preferências vocacionais dos nossos alunos”.

Existe uma tendência crescente de aproveitamento turístico com atividades radicais no rio Zêzere, com grandes polos de atração neste concelho, “onde se tem verificado uma crescente oportunidade de negócios para instalação de um mercado emergente nesta área, permitindo assim, algumas ofertas de emprego, bem como facilidade na obtenção de Formação em Contexto de Trabalho para os nossos alunos visto que a época de FCT coincide precisamente com o ponto alto de procura do mercado nesta área”, salienta a professora Henriqueta Silva.

Por outro lado, destaca a realização de provas internacionais de wakeboard no Lago Azul, a par do aparecimento de várias empresas no concelho que se dedicam às atividades radicais, canoagem, caminhadas e interpretação da natureza, circuitos de arborismo.

Durante o curso de Técnico de Desporto, os alunos irão utilizar os diversos equipamentos desportivos e turísticos do concelho para o desenvolvimento de várias atividades Foto: Agrupamento de Escolas de Ferreira do Zêzere
Durante o curso de Técnico de Desporto, os alunos irão utilizar os diversos equipamentos desportivos e turísticos do concelho para o desenvolvimento de várias atividades. Foto: Agrupamento de Escolas de Ferreira do Zêzere

A Grande Rota do Zêzere, inaugurada em 2015, com o troço de Ferreira do Zêzere e a Estação Intermodal de Dornes, é outra das estruturas existente que pode potenciar oportunidades de investimento na região, defende Henriqueta Silva justificando a existência do curso de Técnico de Desporto.

Com o objetivo de aproximar o aluno ao mundo do trabalho, ao longo do ano letivo são realizadas várias visitas de estudo a empresas relacionadas com a área de formação e a ida à escola de diversos profissionais que partilham as suas experiências com os alunos.

Por outro lado, “existe uma colaboração aberta e estreita com a autarquia no sentido dos nossos alunos ocuparem as infraestruturas desportivas e turísticas existentes no concelho para o desenvolvimento das várias atividades”, refere Henriqueta Silva.

No que se refere aos professores que irão lecionar nos cursos profissionais, Henriqueta Silva refere que “os formadores são, na maioria, professores do Quadro do Agrupamento, profissionalizados e com experiência na lecionação deste tipo de cursos, privilegiando os docentes com mais de três anos de experiência”.

Empresas da região querem contratar formandos

“Durante o decorrer dos cursos profissionais que têm sido assegurados pela escola, verificamos uma boa aceitação por parte das empresas locais para a Formação em Contexto de Trabalho (FCT), não se registando qualquer dificuldade no decorrer do curso e da FCT”, sublinha a professora Henriqueta Silva que acrescenta ainda que “neste momento, algumas empresas manifestaram interesse numa contratação temporária dos formandos”.

Ao longo do ano letivo, vários profissionais das áreas de formação em estudo vão à Escola para falar com os alunos sobre a sua experiência profissional Foto: Agrupamento de Escolas de Ferreira do Zêzere
Ao longo do ano letivo, vários profissionais das áreas de formação em estudo vão à Escola para falar com os alunos sobre a sua experiência profissional. Foto: Agrupamento de Escolas de Ferreira do Zêzere

Com ensino profissional desde o ano letivo 2008/2009, a direção do Agrupamento de Escolas de Ferreira do Zêzere considera que “tem sido uma modalidade de ensino/aprendizagem de sucesso” e que “tem lançado jovens competentes e ambiciosos”.

Relativamente à Formação em Contexto de Trabalho (FCT), “os alunos dos cursos profissionais têm frequentado esta formação não só nas empresas do concelho, como também nos concelhos de Sertã, Vila de Rei, Figueiró dos Vinhos, Tomar, Alvaiázere, Ansião, Cartaxo, Odemira, Cadaval e Lagoa das Furnas (Açores)”, refere a professora Henriqueta Silva.

“Também os nossos alunos desta oferta formativa são incentivados a prosseguir estudos, através de visitas de estudo a instituições de ensino superior e sessões de esclarecimento com a psicóloga da escola em que lhes são apresentadas as alternativas que têm, seja relativamente aos mais recentes Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTESP), como aos cursos promovidos pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional”, salienta Henriqueta Silva.

“É para nós gratificante verificar que no que se refere ao curso de Turismo Ambiental e Rural, que finalizou em 2014/2015, sete alunos frequentaram o primeiro ano de CTESP em diversas instituições de ensino superior como o Instituto Politécnico de Tomar, Instituto Politécnico de Leiria e Instituto Politécnico de Castelo Branco.

Muitas das empresas da região manifestam interesse na contratação temporária dos formandos Foto: Agrupamento de Escolas de Ferreira do Zêzere
Muitas das empresas da região manifestam interesse na contratação temporária dos formandos. Foto: Agrupamento de Escolas de Ferreira do Zêzere

Para os alunos que não querem prosseguir estudos superiores após a conclusão do curso profissional, a entrada no mercado de trabalho é, assim mais rápida e, segundo mencionou Henriqueta Silva, “alguns dos antigos alunos de cursos profissionais encontram-se neste momento empregados dentro da sua área de formação em locais como o Hotel dos Templários, em Tomar, no Centro de Reabilitação e Integração de Ferreira do Zêzere ou na Estalagem do Lago Azul, em Ferreira do Zêzere”.

As empresas em que os alunos realizam a sua Formação em Contexto de Trabalho têm procedido a contratações temporárias dos formandos que recebem a estagiar, “evidenciando satisfação pelo trabalho desenvolvido pelos mesmos”, conclui Henriqueta Silva.

Os alunos interessados em frequentar um destes cursos profissionais deverão fazer a sua pré-inscrição no site do Agrupamento de Escolas de Ferreira do Zêzere, disponível em http://www.aefzezere.edu.pt/portal/index.php/alunos/oferta-educativa  onde poderão ainda consultar as diversas saídas profissionais e os planos de estudos dos referidos cursos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here