“Debate na especialidade: uma oportunidade de defender a região”, por Hugo Costa

Foto: Pixabay

No decurso do processo do Orçamento do Estado todos os Ministros apresentam, na especialidade, o seu orçamento aos deputados, nomeadamente da Comissão de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa, das comissões setoriais, sendo que é dada a oportunidade a todos os deputados que queiram colocar questões regionais que carecem de intervenção ou resolução.

PUB

Neste contexto, participei na passada semana em diversas audições dos membros do Governo na especialidade. Destaco, nesse contexto, as audições das novas Ministras deste Governo, a da Cultura e a da Saúde, e as intervenções ali realizadas, de onde surgiram boas notícias para a nossa região. A Ministra da Cultura anunciou investimentos no Convento de Cristo em Tomar, o único monumento património mundial da nossa região. Demonstrou ainda preocupação perante os problemas de financiamento do Museu Nacional Ferroviário do Entroncamento que, sublinho, tem já parte do seu problema financeiro resolvido, com autorizações extraordinárias do Ministério das Finanças.

Na audição da Ministra da Saúde, a minha intervenção centrou-se em pedir a intervenção da Sra. Ministra para o problema do bloco operatório de Santarém, que necessita de obras. O Hospital Distrital de Santarém serve uma população de cerca de 200 mil pessoas na região da Lezíria do Tejo, sendo que se trata de um edifício construído na década de 80 que necessita urgentemente de obras, designadamente no bloco operatório. Estas ambicionadas obras já foram assumidas pelo Ministério da Saúde mas encontram-se suspensas devido à falta de visto do Tribunal de Contas, pelo não cumprimento da Lei dos Compromissos. Posteriormente, sublinhei a necessidade de continuar a realizar investimentos e a melhoria da qualidade no centro hospitalar do Médio Tejo, relembrando os investimentos já realizados na Medicina Interna e na aquisição do TAC.  Participei ainda de forma ativa, nas audições do Ministro adjunto e da Economia e do Ministro da Agricultura, sempre chamando a atenção para as questões deste território.

Esta semana, o trabalho continua pelo que será possível avançar sobre outras matérias, sempre na defesa dos interesses da região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here