Constância | Vereador Daniel Martins (CDU) renuncia ao mandato e apanha executivo de surpresa

Vereador Daniel Martins vai trabalhar para o estrangeiro (Foto: José Gaio)

“Por motivos pessoais e profissionais” o Vereador Daniel Martins (CDU) renunciou ao mandato na Câmara Municipal de Constância.

PUB

A renúncia, apresentada na reunião do dia 10, apanhou os restantes elementos do Executivo Camarário de surpresa, incluindo a própria Presidente que estranhou o momento e a forma como a renúncia foi apresentada.

“Isto não é assim. Há hierarquias e tem de haver respeito”, afirmou Júlia Amorim, lamentando não ter sido informada da decisão com antecedência, uma vez que ainda no dia anterior ambos tinham tido uma reunião de trabalho preparatória de alguns eventos.

A Presidente falou em “desaire” nas relações pessoais e nas relações na Câmara, desejando felicidades ao Vereador demissionário e reconhecendo a sua capacidade de trabalho e mérito.

O Vereador Daniel Martins, responsável pelos pelouros da Educação, Ação Social, Biblioteca e Arquivo Municipal, Juventude, Parque Ambiental e Águas e Saneamento, explicou que recebeu uma proposta para dar formação em vários países, proposta que considera “irrecusável”, “é pegar ou largar”.

Na última reunião em que participou, o autarca fez um balanço do seu trabalho na Câmara, deixou alguns agradecimentos e explicou as razões (pessoais e profissionais) para a renúncia ao mandato.

“Há na Câmara colaboradores extraordinários”, realçou, fazendo o reconhecimento do mérito de alguns elementos da Câmara, reconhecimento que estendeu a alguns autarcas nomeando o ex-Presidente da Câmara, António Mendes

“Foi uma honra enorme, adorei ter desempenhado estas funções, saio satisfeito do ponto de vista individual e não tanto satisfeito do ponto de vista coletivo. Espero que Constância tenha o futuro que merece”, concluiu Daniel Martins numa intervenção que evidenciou divergências com a atual gestão municipal.

Na reunião, o Vice-Presidente Arsénio Cristóvão (CDU) afirmou que o Concelho fica mais pobre com a saída do Vereador Daniel e desejou-lhe felicidades.

Também apanhada de surpresa, a bancada do PS lamentou a decisão do Vereador demissionário, elogiou as suas qualidades e desejou-lhe as maiores felicidades.

Posteriormente, a candidatura do PS à Câmara de Constância emitiu um comunicado no qual considera “ser este mais um sinal do esgotamento do projeto autárquico da CDU em Constância”.

Em substituição de Daniel Martins é chamada a ocupar o lugar até ao fim do mandato a ex-vereadora e atual adjunta da Presidente, Manuela Arsénio.

1 COMENTÁRIO

  1. Neste mandato começou como vice-presidente, tendo entrado rapidamente em colisão com a presidente. Ficou como vereador. Agora sai de repente e de surpresa.
    A CDU já não controla os seus eleitos?…
    Cumprimentos

    PS- no tempo do Salazar é que havia hierarquias na CMC. Agora há titulares eleitos com competências segundo a lei. Ai ai Julinha…

DEIXAR UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here