Constância | Exercício internacional ORION envolve 1300 militares de 7 países da NATO

ORION18. Foto arquivo: Exército

O Exercício ORION 19, o maior exercício realizado anualmente pelo Exército português, que planeia e executa o exercício militar este ano nas áreas de Vendas Novas, Abrantes e Santa Margarida, está a envolver entre os dias 19 a 29 novembro cerca de 1300 militares e 180 viaturas de sete países da NATO.

PUB

Neste exercício são planeadas e executadas operações de resposta a crises, centradas na componente terrestre, com a finalidade de avaliar os objetivos de força do Exército, em ambiente operacional de cariz conjunto e combinado, associados com compromissos internacionais da NATO, Nações Unidas e União Europeia.

As Nações Aliadas de Espanha, Estados Unidos da América, Lituânia, Roménia, Brasil  e França, bem como a Força Aérea Portuguesa (FAP), integram o ORION 19, contribuindo para o aperfeiçoamento da interoperabilidade e desenvolvimento de sinergias no âmbito da partilha do esforço de Defesa e Segurança das Organizações Internacionais da NATO e União Europeia, informa o Exército, em nota de imprensa.

No âmbito do mesmo exercício, as unidades militares participantes estão instaladas nas localidades de Bemposta, Tramagal e Água Travessa, no concelho de Abrantes, desde o dia 19 e até ao próximo dia 29 de novembro, sendo realizados também treinos cruzados na região de Santa Margarida (Constância) com as diversas forças internacionais que integram o exercício.

Durante a realização do exercício vai observar-se as unidades militares instaladas a operar dentro das localidades, ocorrerá movimento de viaturas médias e pesadas e haverá condicionamento pontual no trânsito.

PUB

O Orion 19 conta ainda com a execução de exercícios de tiro real dos diferentes sistemas de armas nas carreiras de tiro de Santa Margarida, estando previstas oportunidades de interação com escolas e outras entidades civis das regiões no sentido de promover a proximidade e conhecimento das populações com o Exército português.

O exercício ORION 19 será encerrado com a realização de um evento de alta visibilidade que inclui a demonstração de uma operação ofensiva com as forças participantes, as quais executarão tiro real, direto e indireto, com os sistemas de armas principais (carros de combate, artilharia, viaturas de combate infantaria), e apoio aéreo próximo.

O ORION 19 destina-se a treinar e avaliar as diversas capacidades do Exército em operações multinacionais, bem como para certificar a Brigada de Reação Rápida para operar em ambiente multinacional – as típicas missões da Aliança Atlântica – de que Portugal é país fundador.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here