Constância | Dirigentes demitem-se e Casa do Povo de Montalvo fecha

Casa do Povo de Montalvo. Foto: mediotejo.net

A demissão da maior parte dos dirigentes da Casa do Povo de Montalvo, no concelho de Constância, ditou o encerramento desta associação que em 2020 completa 50 anos de existência.

PUB

O jantar do Dia da Mulher, dia 8 de março, foi a última atividade desta associação. Desde então, a sede tem estado fechada devido à demissão de vários dirigentes dos três órgãos sociais, direção, conselho fiscal e assembleia geral.

Estão já marcadas novas eleições para dia 27 de abril, sendo o dia anterior o prazo limite para entrega das listas. Só podem integrar as listas e votar quem tiver as quotas em dia.

Ana Grenho, a presidente demissionária, explicou ao mediotejo.net que a razão da sua demissão se deve apenas a motivos profissionais. Foi colocada em Elvas e teve de mudar de residência não conseguindo conciliar a atividade profissional com a liderança da Casa do Povo de Montalvo.

Aliás, sublinha que quando decidiu avançar com uma lista no início do ano, fez saber junto dos restantes elementos que a qualquer momento e em qualquer local do país poderia ser colocada a trabalhar. Perante a sua colocação em Elvas, ninguém da direção quis assumir os destinos da Casa do Povo.

PUB

A indisponibilidade para Ana Grenho continuar desencadeou uma série de demissões na direção (quatro), na mesa da assembleia geral (duas) e no conselho fiscal (uma) que inviabilizaram a continuidade dos corpos sociais.

A Casa do Povo de Montalvo dinamiza modalidades como o futebol, cicloturismo e o grupo de cantares, que agora estão em risco perante esta crise diretiva.

Ana Grenho, Presidente da Casa do Povo de Montalvo. Foto: mediotejo.net
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here