Chamusca | Município quer afirmar-se como Capital da Aficcion 2019

Conferência de imprensa de apresentação do programa comemorativo dos 100 anos da Praça de Toiros da Chamusca. Foto: mediotejo.net

“Estamos na Chamusca, o coração do Ribatejo, mas este ano nós somos Chamusca Capital da Aficcion 2019”, afirmou o presidente da Câmara, Paulo Queimado, durante a apresentação do programa das comemorações dos 100 anos da praça de touros da vila que decorreu na quarta-feira, dia 27. A Santa Casa da Misericórdia da Chamusca (SCMC) assinala este ano o centenário da praça de toiros da vila com quatro corridas e um vasto programa que inclui conferências e eventos taurinos e culturais.

PUB

Ao pôr do sol, no cenário idílico do miradouro da Senhora do Prato, tendo a Lezíria e o rio Tejo como cenário, foi apresentado o programa comemorativo que se estende até dezembro e que inclui duas dezenas de atividades.

O autarca começou por deixar uma palavra de apreço pelo que as organizações da Chamusca têm feito a nível da tauromaquia no concelho, a nível regional e nacional.

“Todo o programa foi desenvolvido de forma muito assertiva de forma a dignificar o que foi o início da nossa praça de touros da Chamusca, construída com a colaboração de todos os chamusquenses beneméritos com o objetivo de dar um sustento à Santa Casa como principal instituição de beneficência no apoio aos mais necessitados”, lembrou Paulo Queimado.

O presidente reforçou a ideia de Chamusca ser este ano “Capital da Aficcion” tendo em conta o “programa único a nível nacional” que foi apresentado.

PUB

Coube ao Provedor da Santa Casa da Misericórdia da Chamusca, instituição proprietária da arena, apresentar o programa comemorativo dos 100 anos da praça de touros, não sem antes Nuno Castelão enaltecer e agradecer o “trabalho imenso” que teve a autarquia na elaboração do programa. Para o Provedor, a Câmara foi “o elo aglutinador de todas estas vontades” e o presidente “uma das pessoas mais influentes para este programa”.

Antes de apresentar detalhadamente “o leque variadíssimo de atividades” do programa, Nuno Castelão deixou “uma palavra especial” à comunicação social dado o papel que desempenha na sua divulgação.

Dezenas de pessoas assistiram à apresentação. Foto: mediotejo.net

A praça de touros da Chamusca foi construída graças a uma subscrição pública lançada por Alberto Empis e depois entregue à Misericórdia para ajudar a financiar a sua obra social, tendo recebido ao longo de 100 anos “grande figuras do toureio espanhol e português”, conforme salienta o Provedor.

Inaugurada com uma corrida a 3 de agosto de 1919, a praça vai receber este ano, para assinalar aquele dia, uma das quatro touradas inseridas no programa de comemorações, que decorre em parceria com a Câmara Municipal da Chamusca (Santarém) e associações locais.

Coincidindo com a festa da Semana da Ascensão (25 de maio a 2 de junho), a primeira corrida, da Ascensão, está agendada para 30 de maio, e a segunda logo para o dia seguinte, realizando-se as outras duas a 3 de agosto, data de aniversário, e 28 de setembro a da associação Eh! Toiro.

Nuno Castelão, Provedor da Santa Casa da Misericórdia da Chamusca e Paulo Queimado, Presidente da Câmara Municipal. Foto: mediotejo.net

Entre as iniciativas apresentadas contam-se a realização, em abril, de um concurso de toureio de salão, destinado a ambientar as crianças ao uso das ferramentas do toureio, uma exposição de cartazes das corridas realizadas nos cem anos da praça, um festival taurino e a apresentação do livro “A Inglesa e o Marialva”, de Clara Macedo Cabral.

Em maio será inaugurada a exposição “Rui e Manuel Fernandes, pintura e escultura” e iniciada, durante a Semana da Ascensão, a escultura de um toiro orientada pelo mestre Rui Fernandes, com convite à participação de todos os chamusquenses na sua construção, estando ainda agendado para o período das festas um ‘workshop’ taurino.

A escultura será inaugurada em 3 de agosto, antes da corrida que assinala o aniversário da praça, disse Nuno Castelão.

Durante a Semana da Ascensão haverá ainda espaço para “momentos de reflexão”, que abordarão não só a vertente tauromáquica, mas também a do toiro como animal a valorizar e a preservar, contando com a participação de especialistas nórdicos, chineses, norte-americanos e espanhóis, acrescentou.

O cartaz de há 100 anos. Foto: mediotejo.net

Um festival de bandas com concurso de ‘pasodobles’ e o Congresso Internacional de Tauromaquia são os eventos agendados para julho.

O fim de semana de 7 e 8 de setembro será dedicado ao documentário e ao cinema taurino, realizando-se em 05 de outubro a final do circuito nacional de recortadores, com “movimentos acrobáticos com toiros em arena”.

Para novembro, estão agendados colóquios sobre a História da Tauromaquia, em que serão abordadas as origens desta tradição, os trajes, mas também as perspetivas de futuro, e ainda a inauguração da exposição com as melhores fotografias tiradas nos vários eventos de comemoração.

As comemorações encerram em dezembro com um grande espetáculo que reunirá todos os artistas da região e no qual serão entregues os troféus aos triunfadores da temporada.

C/ Agência Lusa

Na Chamusca, o gosto pela festa brava começa cedo. Foto: mediotejo.net

Programa comemorativo do centenário da Praça de Toiros da Chamusca

6 de abril

9h30 – II Concurso de Toureio de Salão “Vem Tourear” no Largo Vasco da Gama. Concurso de toureio de salão para jovens dos 6 aos 18 anos.

14h30 – Inauguração da exposição “Cartazes da Chamusca” na galeria da Câmara Municipal

16h00 – Festival Taurino de beneficência a favor da Santa Casa da Misericórdia. Cavaleiros: António Ribeiro Telles, João Salgueiro, João Salgueiro da Costa e António Ribeiro Telles Filho; Matadores: Francisco Rivera Ordoñez ‘Paquirri’, Morante de la Puebla, Manuel Jesus ‘El Cid’ e o jovem novilheiro, Vasco Veiga, da Golegã. Toiros de diversas ganadarias. Forcados Amadores da Chamusca e Aposento da Chamusca, capitaneados por Nuno Marecos e Pedro Coelho dos Reis, respectivamente.

20 de abril

16h00 – Lançamento do livro “A Inglesa e o Marialva” no edifício de S. Francisco. O enredo do livro tem como cenário a Chamusca e sobretudo a sua praça de touros.

25 de maio

17h00 – Escultura ao vivo no largo 25 de Abril e Praça de Toiros da Chamusca

25 e 26 de maio

9h45 – Diálogo: o Touro como novo paradigma da reconversão sociocultural, na Praça de Toiros

29 de maio

‘Workshop’ taurino no Páteo Ascensão – contacto dos mais novos com uma rês brava usando uma muleta ou um capote

30 de maio

17h00 – Primeira corrida da Feira da Ascensão. Cavaleiros: Luís Rouxinol e Francisco Palha; Matadores: António João Ferreira (Tójó) e Nuno Casquinha; Forcados: Amadores da Chamusca e Aposento da Chamusca; Touros: Manuel Veiga (homenagem à ganadaria pelos 50 anos).

1 de Junho

17h00 – Segunda corrida da Feira da Ascensão. Cavaleiros: João Moura Jr, Salgueiro da Costa e Duarte Pinto; Forcados de Santarém e Aposento da Chamusca, Toiros: Passanha. Homenagem ao Grupo de Forcados do Aposento da Chamusca pelos 35 anos.

Julho

Festival de Bandas na Praça de Toiros. Concurso de bandas o som de Passedobles

De 11 a 13 de julho

Congresso Internacional de Tauromaquia sobre “cultura e natureza, a vida e a morte, a democracia cultural e a liberdade”, no Edifício S. Francisco, Cineteatro e atividades de campo

18 de julho

16h00 – Exposição de pintura e escultura “entre o campo e o atelier” na galeria da Câmara Municipal. Com obras dos mestres Manuel e Rui Fernandes

3 de agosto

21h00 – Inauguração da Escultura de Rui Fernandes “O Toiro”, junto à Praça de Toiros.

22h00 – Corrida do centenário. Cavaleiros: João Moura, António Telles e Rui Salvador (que comemora 35 anos de alternativa); Forcados de Lisboa (que comemoram 75 anos), Chamusca e Aposento da Chamusca; Touros de várias ganadarias. Homenagem a Alberto Empis, grande impulsionador da construção da Praça de Toiros.

7 e 8 de setembro

Projeção de filmes sobre o tema “A Tauromaquia” no Cineteatro

28 de setembro

17h00 – Corrida de Toiros “Eh Toiro”. Cavaleiros: Rui Fernandes, João Telles e Miguel Moura; Forcados Amadores da Chamusca (que comemoram 45 anos). Touros: Manuel Assunção Coimbra.

5 de outubro

Final do Circuito Nacional de Recortadores na Praça de Toiros

Novembro

Colóquio sobre a História da Tauromaquia.

Exposição de fotografias “um ano em fotos”, resultado do concurso de fotografia cujo regulamento será divulgado em breve.

Dezembro

Festival de encerramento das comemorações do centenário da Praça de Touros da Chamusca no Cineteatro. Entrega de prémios do concurso de fotografia.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here