Chamusca | Município é exemplo por pagar “a tempo e horas” aos seus fornecedores

Câmara da Chamusca. Foto: DR

Com um prazo médio de pagamento a fornecedores de um dia (dados de dezembro de 2018), o município da Chamusca foi reconhecido com o selo “Compromisso Pagamento Pontual” que certifica a autarquia como uma entidade que paga aos seus fornecedores “a tempo e horas”. A média de pagamento aos fornecedores é de um dia, com as evidentes vantagens reconhecidas ao nível da economia local e regional, das relações entre autarquia e fornecedores, bem como nas vantagens do preço de aquisição de produtos e bens, que tal celeridade confere ao município.

PUB

O “Compromisso Pagamento Pontual” é uma iniciativa promovida pela ACEGE-Associação Cristã de Empresários e Gestores, em parceria com o IAPMEI, a CIP (Confederação Empresarial de Portugal), a Apifarma e a InformaDb.

Existem atualmente, segundo a plataforma www.pagamentospontuais.org, cerca de três dezenas de entidades autárquicas aderentes e reconhecidas com este selo, incluindo também freguesias e empresas municipais. Ao todo são já mais de mil entidades que, de forma voluntária, aderiram a este reconhecimento público.

A propósito da atribuição do selo, o presidente da Câmara Municipal da Chamusca afirmou que “a gestão financeira do município da Chamusca tem assentado, nos últimos anos, no rigor, na competência e transparência e sobretudo no planeamento e na programação”.

“Todo o investimento que fizemos, estamos a fazer e ainda vamos fazer, só é possível porque garantimos uma gestão rigorosa dos dinheiros públicos”, acrescenta Paulo Queimado.

PUB

O autarca realça ainda que “a execução orçamental da receita está acima dos 97%” e que o município tem “cerca de 2,5 milhões de euros em saldo de gerência disponível, no final de 2018”.

Em comunicado, o município da Chamusca assume o compromisso de continuar a ser uma autarquia cumpridora dos seus compromissos financeiros.

A iniciativa “Compromisso Pagamento Pontual” defende que “quando uma empresa não paga a horas, é toda a economia e Portugal que se atrasam”.

“Para substituir este ciclo vicioso, desafiamos o maior número de empresas a comprometerem-se a pagar atempadamente aos seus fornecedores”. Este foi o mote lançado pela plataforma aos gestores e responsáveis de autarquias e empresas, com o apelo de que, promover o pagamento a horas, melhora “o desempenho da economia, a reputação e qualidade do ambiente de negócios, e a produtividade das empresas”.

Às entidades que cumprirem os critérios de pagamento pontual é-lhes atribuído um diploma de reconhecimento que tem a validade de um ano. Podem também usar o selo “Compromisso Pagamento Pontual” na sua comunicação institucional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here