Chamusca | Festas do Arripiado reavivam ligação da aldeia ao Tejo

S. Marcos e N.S. da Piedade encontraram-se na aldeia do Arripiado. Foto: mediotejo.net

Normalmente as festas unem a população das localidades onde se realizam, mas há festas que juntam moradores de duas aldeias separadas por um rio. É o caso das tradicionais Festas de São Marcos, que acontecem de 15 a 18 de agosto, na aldeia ribeirinha do Arripiado, no concelho da Chamusca.

PUB

As festas decorrem na zona ribeirinha, entre o Parque Verde e o Cais, sendo o momento mais emblemático a procissão fluvial que liga Tancos, no concelho de VN Barquinha, e Arripiado, no concelho da Chamusca.

A festa que homenageia o padroeiro da localidade chamusquense, inclui diversas atividades: música, artesanato, cerimónias religiosas, procissão fluvial, folclore, desporto, diversões aquáticas, jogos, restauração e expositores.

No cartaz musical destaque para os concertos de Toy (16 de agosto), P*ta da Loucura (17 de agosto), Padre Borga (15 de agosto), e FH5 (18 de agosto).

Nas atividades desportivas, referência para a Canoagem ao Luar, que decorre no dia 17 de agosto, sábado, com concentração dos participantes no Arripiado às 18h00, partida de Constância às 19h00 e chegada ao Arripiado pelas 21h00.

PUB

As atividades religiosas mais relevantes realizam-se no dia 15, feriado, pelas 18h00, com a tradicional procissão fluvial que, este ano, traz a imagem de Nossa Senhora da Piedade da margem oposta, de Tancos, para a margem sul, no Arripiado, onde se junta à imagem de São Marcos, na igreja local. Logo de seguida, pelas 18h30, realiza-se uma missa campal no Arripiado.

A festa é organizada pelo município da Chamusca e conta com a colaboração da Junta de Freguesia da Carregueira, e do movimento associativo da freguesia, nomeadamente, na organização de atividades durante a festa: ADECCC, RFEIC, GDUC e UCDA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here