Chamusca | Câmara e Infraestruturas de Portugal não se entendem quanto a semáforos

EN118 em Pinheiro Grande. Foto: mediotejo.net

Há dois problemas com semáforos no concelho da Chamusca, um na ponte que liga à Golegã e outro na EN118 em Pinheiro Grande e sobre os quais a Câmara e a Infraestruturas de Portugal (IP) não chegam a acordo.

PUB

O mais grave acontece na Ponte Dr. João Joaquim Isidro dos Reis em que os semáforos instalados há poucos meses pela IP não funcionam o que tem provocado longas filas de trânsito, sobretudo ao início da manhã e ao fim da tarde.

Chega-se a esperar uma hora para atravessar a ponte, isto porque dois veículos pesados não se conseguem cruzar no tabuleiro. Quanto está bom tempo e há boa visibilidade os camionistas atravessam alternadamente. O pior é quando está nevoeiro. As filas de quilómetros fazem com que muitos automobilistas cheguem atrasados ao trabalho.

Na reunião da Câmara da Chamusca do dia 5 de novembro, o presidente Paulo Queimado manifestou-se “bastante preocupado” com a situação. “Temos recebido aqui inúmeras reclamações e até pedidos de justificação de atrasos de automobilistas por chegarem atrasados ao emprego e nós não temos de justificar uma coisa que não é da nossa responsabilidade, temos reencaminhado os processos para as IP”, revelou o autarca que reforçou a informação de que a gestão dos semáforos da ponte é da exclusiva responsabilidade das Infraestruturas de Portugal.

A Câmara já contactou as IP para que permitam o acesso à caixa para acionamento manual dos semáforos, mas até agora não foi obtida essa autorização.

PUB

Também em relação aos semáforos do Pinheiro Grande, em que uma caixa de acionamento dos semáforos para peões está partida e com os fios elétricos descarnados, a IP diz que a responsabilidade é da Câmara enquanto esta aponta para a IP. A referência no semáforo indica que a responsabilidade é da IP, mas esta entidade recorda que no mandato de Sérgio Carrinho (CDU), a Câmara assumiu a responsabilidade de manutenção dos semáforos.

Após a denúncia do perigo que representavam os fios elétricos à mostra, alguém colocou na caixa do semáforo um autocolante com o aviso “perigo de morte”.

Em relação a este problema, a Câmara voltou a insistir com a IP para que avance com uma solução.

O trânsito está cada vez mais complicado na ponte da Chamusca. Foto: mediotejo.net
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here