Cantar Natal em Tomar oferece seis concertos “no sapatinho”

Trezentos elementos de três Orquestras e dois grupos musicais, a convite da Canto Firme – Associação de Cultura de Tomar, vão actuar em seis espectáculos distintos  – entre os dias 5 de dezembro e 9 de Janeiro  – no “Cantar Natal”, numa parceria estabelecida com a autarquia tomarense que garante o apoio logístico a todos estes músicos.

PUB

Simão Francisco, presidente da direcção da Canto Firme de Tomar – Associação Cultural, ressalva que esta é uma parceria “realizada em prol da Cultura e dos tomarenses” que podem usufruir de um Natal com mais música de qualidade. E, garante Simão Francisco, qualidade é o que não vai faltar.

O “Cantar Natal” já se realiza em Tomar há mais de uma década. Inicialmente, foi dinamizada com a presença de grandes orquestras, a nível nacional e de grandes músicos a nível nacional. Entretanto, com a crise financeira, o ciclo sofreu um “embate” e a iniciativa passou a ser feita com recurso “à prata da casa”, ou seja com os músicos da Canto Firme.

O responsável refere que, em  2015, surgiu a  oportunidade de se associarem na organização deste evento com a Câmara Municipal de Tomar, o que fez com que existisse a possibilidade de aumentar nova vez o nível –  embora este nunca tivesse sido baixo –  trazendo a Tomar grupos de fora do concelho, entre eles a presença de três Escolas Superiores de Música. Um sonho que a actual direcção da Canto Firme acalentava desde o primeiro ano do seu  mandato.Todos os espectáculos são gratuitos e os reportórios apresentados vão ser variados, garante a organização.

O ciclo arrancou com a Orquestra de Sopros da Universidade de Évora, no dia 5 dezembro, no Auditório Fernando Lopes-Graça, na sede da Canto Firme, já contou com as atuações da Orquestra de Sopros da Escola Superior de Música de Lisboa, do Coro de Música de Câmara da Escola Superior de Artes Aplicadas de Castelo Branco, e da “Orquestra de Sopros e Ensemble de Metais da Canto Firme”.

PUB

No dia 23 de dezembro, quarta-feira, o “Cantar Natal” é protagonizado pelo grupo “TheBellsBrass Ensemble”, que atua às 21 horas, também no Auditório Fernando Lopes-Graça.

O “Cantar Natal” termina, como usualmente, com um Concerto de Reis na Igreja de São João Baptista, em Tomar, que vai ter lugar a 9 de Janeiro, pelas 16h30.

A presidente da Câmara de Tomar, Anabela Freitas, sublinhou ao mediotejo.net a importância desta atividade cultural no concelho. “Penso que é importante dar a conhecer aos tomarenses aquilo que se faz neste âmbito na Cultura, ou seja, aquilo que se faz no nosso concelho. Mas, igualmente importante, é dar a conhecer aos tomarenses o que se faz em outros locais e trazer isso até Tomar”, refere a autarca.

Para Anabela Freitas, o intercâmbio entre a Canto Firme as Escolas Superiores de Música é profícuo para todos. “Sendo o Natal uma oportunidade de apoiar o desenvolvimento económico do nosso concelho, o  “Cantar Natal” pode-se inserir naquilo que é o “Tomar Natal”, onde a autarquia se encontra a promover uma série de medidas de incentivo ao comércio local. “Venham a Tomar fazer as suas compras de natal aproveitem, jantem ou almocem em Tomar. Depois terão a oportunidade de assistir a um concerto, ou seja, a receberem um “banho de cultura”. convida.

Anabela Freitas explicou que a autarquia vai dar apoio logístico (entre alojamento e alimentação) aos cerca de trezentos músicos que vão estar em Tomar durante estes dias, não perdendo, ela própria, a oportunidade de assistir a alguns destes concertos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here