Bloco de Esquerda opõe-se à construção da barragem do Alvito

Bloco de Esquerda opõe-se à construção da barragem do Alvito. Foto: Nuno Alexandre Mendes

O Bloco de Esquerda (BE) manifestou-se hoje contra a construção da barragem do Alvito, em Castelo Branco, e argumentou que a artificialização dos cursos de água tem trazido vários problemas ao país.

PUB

“São necessárias novas respostas e a recuperação ecológica para que a natureza se restabeleça e para revertermos o caminho das alterações climáticas. A artificialização dos cursos de água tem trazido vários problemas ao país e ao mundo, com a disponibilidade hídrica reduzida drasticamente e com um aumento brutal das emissões de metano e a eutrofização da água”, refere o BE em comunicado enviado à agência Lusa.

O assunto sobre a construção da barragem do Alvito, em Castelo Branco, foi levado e discutido na última Mesa Nacional do partido, realizada no domingo, pela dirigente distrital do BE Cristina Guedes.

Em nota de imprensa, o BE sustenta que a estagnação das águas em lagos artificiais, combinadas com altas temperaturas, “implica igualmente uma menor disponibilidade de água para consumo e produção alimentar e uma maior incidência de poluição”.

“O Bloco opor-se-á inequivocamente a estas barragens que em nada beneficiam as populações ou a viabilidade dos territórios. O Bloco de Esquerda tem-se batido pela despoluição e regularização de caudais do Tejo. Não esquecemos que, às questões do tratamento de águas e do combate à impunidade das indústrias poluidoras, acresce o perigo nuclear, e mantemos a exigência de desmantelamento da central nuclear de Almaraz”, conclui.

PUB

Recentemente, o presidente da Comissão Parlamentar do Ambiente e deputado do BE, Pedro Soares, afirmou que a grande vantagem da eventual construção da barragem do Alvito passa pela possibilidade de poder ajudar a regularizar o caudal do rio Tejo, mantendo-o equilibrado e constante.

O presidente da Comissão Parlamentar de Ambiente, Ordenamento do Território, Descentralização, Poder Local e Habitação fez estas declarações à margem de uma reunião que decorreu na Câmara de Vila Velha de Ródão, no âmbito de uma visita de dois dias a municípios situados ao longo do rio Tejo.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here