Tomar: Antigos alunos dos Colégios Nun’Álvares Pereira vão ter sede para espólio

A Câmara de Tomar, reunida na segunda-feira, 9 de Novembro, decidiu avançar com a celebração de um protocolo com a Associação dos Antigos Alunos dos Colégios Nun’ Álvares de Tomar, que tem como objectivo “a regulação do interesse e colaboração mútua para o tratamento da memória, do espólio e do seu alojamento” bem como a organização de iniciativas, “no âmbito e ao redor do sistema educativo e histórico, directa e indirectamente ligado ao antigo Colégio Nun’ Álvares de Tomar”.

PUB

Outro dos objectivos passa por valorizar as antigas instalações e “outros lugares de memória na cidade e região de Tomar” que, no atual momento, se encontram devolutas na sua grande parte e a carecer de intervenções a vários níveis.

O vereador do PSD, João Tenreiro, frisou a importância deste protocolo, sublinhando que muitos dos antigos alunos do ex-Colégio Nun’Alvares Pereira são pessoas de reconhecida importância na sociedade. Também Pedro Marques, vereador dos Independentes por Tomar, partilhou da mesma opinião, aproveitando para questionar o processo de mudança de instalações da Escola Profissional de Tomar (EPT) para as instalações do Colégio Nun’Álvares Pereira.

O vereador da Educação, Hugo Cristóvão, explicou ao mediotejo.net que a autarquia está a ajudar a EPT com a elaboração do caderno de encargos mas que as obras a efectuar vão ser assumidas pela mesma.

jw2xjj10
Estátua de Raul Lopes, co-fundador do estabelecimento, que marcou gerações pelo seu carisma

Neste momento, funciona no antigo Colégio Nun’Álvares Pereira a Universidade Sénior de Tomar que deve mudar para uma sala do rés-do-chão, para facilitar o acesso dos alunos ao espaço. De acordo com o mesmo vereador, as salas que serão entregues à Associação dos Antigos Alunos do Colégio Nun’ Álvares de Tomar serão dinamizadas com actividades regulares “para que não sejam abertas só de vez em quando”, asseverou.

PUB
Sebenta dos Colégios de Nun’ Álvares de Tomar

Fundado em 1932 na cidade de Tomar, o Colégio Nuno Álvares Pereira foi tido como um dos mais prestigiados e frequentados estabelecimentos de ensino particular do país à época.

Raul Lopes – cuja estátua se encontra defronte ao edifício – e Ilídio Correia da Silva foram os dois principais sócios-fundadores e directores do estabelecimento de ensino privado que, na verdade, era composto por dois colégios: o masculino e o feminino.

 

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here