Alcanena | GNR recebeu novo quartel 20 anos depois do início da luta (c/fotos e video)

Ministro da Administração Interna foi o convidado de honra na inauguração Foto: mediotejo.net

Foi em 1998 que se assinou o primeiro protocolo para a criação do novo quartel da GNR de Alcanena. Mais de 20 anos depois, a 9 de julho, terça-feira, a presidente da Câmara de Alcanena, Fernanda Asseiceira (PS), manifestou-se honrada por poder assistir ao momento durante o seu mandato, depois de tantos anos de negociações e de luta, que culminariam já com o atual executivo no poder.

PUB

“Foi com uma visita da Secretária de Estado adjunta, Isabel Oneto, que em fevereiro de 2016 visitou as instalações e pôde constatar a realidade” que o processo para a construção do novo quartel da GNR começou a acelerar, recordou a presidente. Era “um dos postos que piores condições tinha na região e no país”, frisou Fernanda Asseiceira, agradecendo a todos os que contribuíram junto do governo para o projeto avançasse. “Nunca mais o processo parou”, notou.

Em junho de 2017 foi finalmente assinado o contrato interadministrativo e o contrato de comodato que possibilitaram a obra, cedendo a Câmara de Alcanena o atual edifício à GNR, adquirido à EDP por 250 mil euros, lembrou a autarca. “É uma extraordinária cooperação entre poder local e central”, frisou Asseiceira.

Só em 2016, com uma visita do governo às antigas instalações, o processo para o novo quartel avançou Foto: mediotejo.net

A obra do novo posto territorial da GNR de Alcanena foi realizada pela SECAL, Engenharia e Construções, SA, pelo valor de 357.402,04€ (+ IVA à taxa legal em vigor), refere informação municipal. O projeto de execução fora elaborado pela Casa Gomes – Engenharia, Lda. ei aprovado pelo Ministério da Administração Interna até ao valor de 426.122,80 euros, acrescidos de IVA., entidade que financiou a obra, assim como a fiscalização e coordenação de segurança para a referida empreitada, que ficou a cargo da Ripórtico, Engenharia, Lda.

No seu discurso, Fernanda Asseiceira deixou ainda um alerta ao Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, presente na sessão solene, para a necessidade de reforçar os efetivos da delegação alcanenense. “Fizeram sempre o melhor, mesmo em péssimas condições”, elogiou.

PUB

Inauguração do novo quartel da GNR de Alcanena. Ministro da Administração Interna

Publicado por mediotejo.net em Terça-feira, 9 de julho de 2019

A cerimónia contou com a entrega de uma viatura à GNR de Alcanena, financiada pelo município, e 25 viaturas à Unidade de Proteção e Socorro da GNR (destinadas aos distritos de Bragança, Viseu e Aveiro), da parte do Ministério da Administração Interna.

Já Eduardo Cabrita afirmou ser com “muita alegria” que viu resolvido em dois anos um problema com mais de 20 anos e realçou o impacto da Lei de Programação de Investimentos, que disponibiliza, entre 2018 e 2021, uma verba de 450 milhões de euros para investimento nas forças e serviços de segurança.

O ministro realçou a parceria com a Câmara Municipal de Alcanena para “dotar o posto com condições operacionais para a Guarda Nacional Republicana continuar a garantir que, também nesta região, Portugal é um país seguro para turistas, residentes e investidores”, referindo o facto de o concelho ser um “ponto fulcral na rede de autoestradas” do país, ter indústria (é o maior polo da indústria de curtumes do país) e uma vasta área natural.

Segundo o ministro, neste momento existem cerca de 80 instalações das forças de segurança em várias fases de intervenção, realçando as que estão em curso no distrito de Santarém, nomeadamente no quartel da GNR de Salvaterra de Magos e na esquadra da PSP no Entroncamento, bem como no comando e na Escola Prática de Polícia, em Torres Novas.

Referiu ainda que a Lei de Programação “permitiu trazer mais de 2.000 viaturas às forças de segurança”, com cerca de 300 entregues este ano à GNR, além do investimento em armamento, equipamento de proteção individual, renovação das áreas de apoio (radares, alcoolímetros e material informático), estando em curso o levantamento de necessidades para depois de 2021.

c/LUSA

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here