Alcanena | Executivo aprova voto de louvor ao comandante distrital da GNR

Tenente-Coronel Paulo Silvério, ao centro. Foto: mediotejo.net

O Coronel da GNR de Infantaria Paulo Jorge Alves Silvério, que deixou de ser Comandante do Comando Territorial da Guarda Nacional Republicana em Santarém a 22 de novembro, foi alvo de um Voto de Reconhecimento e Louvor aprovado por unanimidade na reunião da Câmara Municipal de Alcanena do dia 2 de dezembro.

“Homem íntegro, demonstrou sempre uma disponibilidade incondicional para a prossecução do interesse público, exercendo o seu cargo com grande proximidade com a Autarquia de Alcanena”, realça o documento apresentado pela Presidente Fernanda Asseiceira que destaca ainda o “relevante empenho na concretização da obra do Quartel da GNR em Alcanena”.

O Coronel Paulo Silvério exerceu o cargo de outubro de 2017 a novembro de 2019, tendo saído para frequentar uma formação que lhe possibilita a subida à patente de General.

Para o Voto de Louvor, a Câmara considerou “a sua postura, dedicação, empenho e capacidade de motivar as mulheres e homens, que servem a área territorial do Comando Distrital de Santarém, contribuiu para o bom trabalho realizado, reforçando o sentimento de segurança junto das populações.

A Câmara Municipal de Alcanena, “pela forma exemplar com que (o Coronel Paulo Silvério) desempenhou as suas funções, considera de elementar justiça o reconhecimento público” e por isso aprovou o Voto de Reconhecimento e Louvor “pelos bons serviços prestados à comunidade”.

PUB

Paulo Jorge Alves Silvério nasceu em 19 de março de 1970, no concelho do Cartaxo.

Em 1991 ingressou na Academia Militar.

Está habilitado com diversos cursos nas mais diversas especialidades militares e civis, obtidos em instituições militares e civis, nacionais e internacionais.

Possui uma Licenciatura em Ciências Militares, especialidade GNR/Infantaria, pela Academia Militar e uma Licenciatura em Direito, pela Universidade Autónoma de Lisboa.

Detém um Mestrado em Ciências Militares na especialidade de Segurança pela Academia Militar, uma Pós-Graduação em Direito e Segurança pela Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa, uma Pós-Graduação em Relações Internacionais pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Politicas da Universidade Técnica de Lisboa e uma Pós-Graduação em Defesa e Segurança pelo Instituto Universitário Militar.

É Doutorando em Direito e Segurança, pela Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa.

Ao longo da sua carreira prestou serviço em diversas Unidades/Estabelecimentos/Órgãos da GNR, na Academia Militar, no Instituto de Estudos Superiores Militares e no Gabinete do Primeiro Ministro, onde exerceu as funções de Adjunto do Assessor Militar do Primeiro-Ministro do XVI Governo Constitucional.

Ao longo do seu percurso profissional, foi Comandante em diversos serviços militares, Assessor, Oficial de Operações e Professor.

Ao nível de missões Internacionais em 2000 exerceu as funções de comandante de Pelotão de Manutenção de Ordem Pública, no Teatro de Operações de Timor e em 2004 exerceu as funções de comandante do Subagrupamento ALFA no Teatro de Operações do Iraque.

Foi co-autor do livro “Segurança Interna Horizonte 2025. Um Conceito Estratégico de Segurança Interna”. É colaborador e investigador no Centro de Investigação do Instituto Universitário Militar. Colabora com a Academia Militar, ora como orientador, ora como arguente dos Relatórios Finais de Curso. Foi interveniente em vários Seminários da CPLP e colabora com a Revista Militar.

É ainda investigador do Centro de Investigação Professor Doutor Joaquim Veríssimo Serrão, em Santarém.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here