Alcanena | EFCA quer recuperar jogadores, criar novos escalões e apostar no futebol feminino (c/vídeo)

A equipa Renascer da Mística quer fazer jus ao nome e recuperar a força da EFCA Foto: mediotejo.net

Foi com um sentimento geral de grande satisfação que os novos órgãos dirigentes da Escola de Futebol do Concelho de Alcanena (EFCA) tomaram posse na segunda-feira, 11 de fevereiro. Depois de alguns tempos de instabilidade devido à saída de elementos da anterior direção, a lista “O Renascer da Mística” quer fazer jus ao nome e recuperar a força e o prestígio da instituição. Mais jogadores, criação de novos escalões, investir no campo de futebol 7 e nas próprias instalações são as apostas a curto prazo, para além de quererem abrir ainda caminho à formação de futebol feminino.

PUB

O presidente da assembleia-geral cessante, José Luís Ramos, abriu as intervenções, frisando o novo caminho que se inicia para a EFCA e lembrando as dificuldades vividas no passado, com um agradecimento especial aos que não desistiram. “Não desistimos e foi o melhor. Não podemos mudar o passado, mas podemos deixá-lo para trás”, reiterou.

Tomada de posse dos órgãos da Efca. Vice Rui Gaivoto

Publicado por mediotejo.net em Segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

José Luís Ramos tomaria de seguida novamente posse como presidente da assembleia-geral da EFCA para o próximo quadriénio. Os restantes órgãos são encabeçados por Pedro Miguel Duarte, na direção, Luís Costa, no conselho fiscal, e Nuno Rebelo, na tesouraria. Um dos destaques é a presença de Rui Pedro Gaivoto na coordenação desportiva.

A apresentação do projeto da lista “O Renascer da Mística” coube ao vice-presidente e sócio nº2 Rui Manuel Gaivoto. O dirigente lembrou um pouco da história da EFCA e as dificuldades que se sentiram nos primeiros anos da sua formação, mas também o percurso de afirmação e o prestígio que adquiriu com o tempo. “Quero que saibam que temos bem presente que este desafio é gigante”, afirmou.

PUB

Deste modo, a nova equipa dirigente quer reforçar toda a sua estrutura, com equipas técnicas capazes e recuperação de jogadores, no objetivo de duplicar o número de atletas. “Queremos o regresso de escalões infantis e juvenis”, afirmou Rui Manuel Gaivoto, assim como avançar com a aposta no futebol feminino.

A presença de Rui Pedro Gaivoto na coordenação desportivo é um dos trunfos da nova equipa dirigente Foto: mediotejo.net

Os mesmos desejos foram manifestados por Pedro Miguel Duarte, que apelou ao voto de confiança dos pais. O presidente da direção adiantou ainda que se pretende intervir no edifício da EFCA, com obras no bar e no campo de futebol 7.

Já da parte da Câmara de Alcanena, o vereador Hugo Santarém afirmou possuir alguma expetativa em relação a este projeto, elogiando a dinâmica associativa existente no concelho. “Continuem a contar com a Câmara Municipal, estamos cá para vos ajudar”, afirmou.

Em declarações ao mediotejo.net, o coordenador desportivo Rui Pedro Gaivoto explicou que a sua integração no projeto se deve à ligação afetiva com a EFCA, onde se iniciou como jogador. “Vi e fiz parte do crescimento da escola desde o início e à qual agradeço a minha como homem e no mundo do futebol”, referiu.

“Um dos grandes motivos que me levou a aceitar este convite foi as pessoas da direção, que foram pessoas que me viram crescer e que são amigos de longa data, aos quais estarei eternamente grato pelo que era impossível dizer que não ao convite”, adiantou.

Pedro Miguel Duarte é o novo presidente da EFCA Foto: mediotejo.net

O técnico vai ficar responsável pelo planeamento da época desportiva de todo o futebol, metodologia de treino com a criação do modelo EFCA com uma identidade própria, procurando formar equipas competitivas. Um dos grandes desafios e objetivos, reconheceu, será iniciar o futebol feminino, mas Rui Pedro Gaivoto quer ainda as equipas da EFCA a disputar os primeiros lugares das provas máximas do futebol distrital de Santarém, como refere ter sido sempre apanágio da escola desde o seu início.

A EFCA conta atualmente com 68 atletas, divididos por quatro escalões de formação. Para a próxima época a nossa direção quer atingir os 120 atletas.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here