Alcanena | Duarte Vitória destaca características únicas de Artspace João Carvalho

"Alquimia da Pele" é apresentado pela primeira vez em Portugal em Alcanena Foto: mediotejo.net

O artista portuense Duarte Vitória tem patente a exposição “Alquimia da Pele” no Artspace João Carvalho, em Alcanena, até 31 de maio. Na apresentação ao público no sábado, 14 de abril, o pintor, com uma carreira sobretudo internacional, destacou ao mediotejo.net as potencialidades que um espaço como o Artspace oferece ao seu trabalho.

PUB

Nascido em 1973, Duarte Vitória tem exposto sobretudo a nível internacional, em cidades como Madrid, Bruxelas, Nova Iorque, Londres ou Toronto. A “Alquimia da Pele” está a ser apresentada pela primeira vez em Portugal e o artista escolheu Alcanena para dar a conhecer a coleção. São retratos fortes e repletos de emoções, de pessoas também elas de grande personalidade.

Alcanena | Duarte Vitória destaca características únicas de Artspace João Carvalho
Exposição de Duarte Vitória com entrada livre até 31 de maio Foto: mediotejo.net

Questionado pelo mediotejo.net sobre a escolha do Artspace João Carvalho, Duarte Vitória explicou que achou “o espaço muito interessante”. Tendo trabalhado já com várias galerias nacionais, constata que nem sempre elas ajudam a transmitir o que o artista pretende.

Na galeria de Alcanena, “o espaço, a teatralidade” deste permite que os quadros, que estão interligados, se tornem quase “um só”. “É quase uma performance”, reflete. Os quadros ante o fundo preto “são quase janelas a olhar para nós”, “elas quase que parecem ir buscar a nossa essência”.

Duarte Vitória procura ir ao encontro do “realismo emocional”, conforme descreve, a essência das personagens que retrata, também elas com uma grande força interior. “Os espaços ajudam muito o trabalho”.

A exposição tem uma nota introdutória escrita pelo escritor Valter Hugo Mãe. Segundo refere o texto, “as figuras de Duarte Vitória estão invariavelmente acossadas. Intensas, manifestam uma ferocidade, por vezes também agredida, que nos cria a impressão de observar jaulas humanas, espaços de constranger movimentos. De algum modo, as figuras que vemos ameaçam-nos, como se pudessem ser atiçadas sobre nós iguais a bichos famintos. As telas, que de facto são jaulas, proporcionam-nos a segurança possível para o espetáculo, algo da dimensão da bizarria, como um circo humano de uma tremenda força exposto numa perigosa brancura que apenas serve para sublinhar a suspeita do sangue, a sua velocidade urgente, o acentuado do fôlego”.

Alcanena | Duarte Vitória destaca características únicas de Artspace João Carvalho
Natural do Porto, Duarte Vitória tem exposto por várias cidades europeias e americanas Foto: mediotejo.met

A exposição está patente entre 14 de abril e 31 de maio, com entrada gratuita. Na abertura, João Carvalho constatou que “a obra fala por si, vocês já se aperceberam da intensidade desta pintura”, salientando que os quadros o impressionaram. “É uma honra”, salientou.

DEIXAR UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here