Abrantes tem primeira Escola Municipal de Lançamentos no distrito de Santarém (c/VIDEO e FOTOS)

Abrantes tem primeira Escola Municipal de Lançamentos no distrito de Santarém. Foto: Jorge Santiago/mediotejo.net

Aumentar a oferta formativa e qualitativa e fazer de Abrantes um centro de produção nacional de atletas lançadores do dardo, disco, martelo e peso é o objetivo da Escola Municipal de Lançamentos de Abrantes, a primeira escola do género no distrito de Santarém e a segunda em todo o país.

PUB

O presidente da Câmara Municipal de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos, a Federação Portuguesa de Atletismo, na pessoa do seu presidente Jorge Vieira, e a Associação de Atletismo de Santarém, representada pelo presidente Eduardo Gonçalves, assinaram na segunda-feira, 16 de setembro, no auditório da Cidade Desportiva de Abrantes, o protocolo de criação da Escola de Lançamentos de Abrantes (peso, martelo, dardo e disco), que conta com a responsabilidade técnica do professor abrantino Manuel Gonçalves.

O protocolo foi assinado na presença do professor Manuel Gonçalves e dos atletas nacionais Tiago Aperta (dardo), Marco Fortes (peso) e Vânia Silva (martelo), e ainda de outros atletas e dirigentes de clubes de Abrantes. Foto: Jorge Santiago/mediotejo.net

Eduardo Gonçalves, presidente da Associação de Atletismo de Santarém, não escondeu a sua satisfação pela criação da “primeira escola de lançamentos do distrito”, convicto que a mesma vai ter um papel fundamental no elevar o nível qualitativo e formativo dos atletas daquelas modalidades.

Com 950 atletas federados inscritos, o distrito de Santarém “não tem tradicionalmente grandes lançadores, à exceção de Tiago Aperta, (lançador do dardo formado em Abrantes), e esta escola vai ser importante para aumentar o nível neste distrito, que tem duas ou três grandes promessas em formação, como a Mariana Marques, do Sporting de Abrantes, no peso, ou o Gonçalo Muidine, de Almeirim, no disco, mas também pode captar atletas de Portalegre e Castelo Branco, pela sua proximidade geográfica”, notou Eduardo Gonçalves.

Aumentar a oferta formativa e qualitativa e fazer de Abrantes um centro de produção nacional de atletas lançadores do dardo, disco, martelo e peso é o objetivo da Escola Municipal de Lançamentos de Abrantes. Foto: Jorge Santiago/mediotejo.net

Com o protocolo agora assinado, a Federação Portuguesa de Atletismo ficará responsável pela conceção da escola de lançamentos, fornecerá suportes técnico e logístico e garantirá formação a quadros técnicos qualificados, enquanto a Câmara disponibilizará o espaço físico que funcionará como gabinete de apoio à escola, sendo esta a única Escola de Lançamentos a nível do distrito de Santarém (2ª Escola em todo o país) e direcionada para Abrantes e para toda a região envolvente, como sejam também os distritos de Portalegre e Castelo Branco.

PUB

O protocolo foi assinado na presença do vereador do desporto, Luís Correia Dias, dos diretores técnicos nacionais Paulo Reis e José Dias, e dos atletas nacionais Tiago Aperta (dardo), Marco Fortes (peso) e Vânia Silva (martelo), e ainda de outros atletas e dirigentes de clubes de Abrantes que testemunharam a formalização de uma escola de lançamentos que se propõe “criar condições para a adequada intervenção técnica e pedagógica junto de jovens em idade de formação”, para além otimizar as infraestruturas existentes na cidade desportiva de Abrantes num projeto que visa elevar a fasquia qualitativa dos atletas lançadores a nível regional e nacional.

Manuel Jorge Valamatos, presidente CM Abrantes. Foto: mediotejo.net

O presidente da autarquia de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos (PS), destacou a importância de “especializar determinadas ideias”, resultado também da “oferta cada vez maior de especialidades desportivas”, tendo feito notar que esta “Escola de Lançamentos é um lançamento para podermos pensar noutros propósitos de outras modalidades desportivas”.

Na sua intervenção, Jorge Vieira, presidente da Federação de Atletismo, falou numa certa “iliteracia desportiva”, onde o futebol tudo domina, tendo lembrado que a saúde de um sistema desportivo mede-se pelas medalhas olímpicas e, aí, o nosso país está na divisão secundária. Dando o exemplo de um país “da nossa dimensão’, Jorge Vieira disse que a Hungria tem hoje 400 medalhas olímpicas e Portugal apenas 21, uma realidade que os responsáveis querem alterar e melhorar qualitativamente através de exemplos como a criação desta Escola Municipal de Lançadores, que Jorge Vieira denominou de “centro de produção” de atletas lançadores.

Jorge Vieira, presidente da Federação Portuguesa de Atletismo. Foto: mediotejo.net

Reconheceu que “o município de Abrantes tem sido um grande exemplo” e que esta é uma “autarquia dinâmica ao nível do desporto e certamente dinâmica noutras áreas”, Jorge Campos Vieira destacou ainda a intenção da Federação em melhorar cada vez mais “o processo de formação desportiva das nossas crianças”, resultado de uma aposta na “diversidade de modalidades”, esclarecendo que “este é o desafio para uma escola destas, ainda mais de lançamentos, que não é hábito”.

O protocolo foi assinado na presença dos atletas nacionais Tiago Aperta (dardo), Marco Fortes (peso) e Vânia Silva (martelo), e ainda de outros atletas e dirigentes de clubes de Abrantes. Foto: mediotejo.net

Por fim, o dirigente mencionou o Treinador Nacional de Lançamentos, Paulo Reis, e a sua participação na criação deste “centro de produção de atletas lançadores” que espera, ensine o “grande segredo da exercitação” que se faz a este nível.

Abrantes l Escola de lançamentos aposta na especialização de dardo, disco, peso e martelo

Publicado por mediotejo.net em Segunda-feira, 16 de setembro de 2019

O presidente da Federação Portuguesa de Atletismo desafiou também Abrantes a integrar o projeto desportivo internacional ‘Daily Mile’, direcionado para as escolas e de combate ao sedentarismo, e que é apresentado esta terça-feira a nível nacional.

O ‘Daily Mile’, ou ‘Uma Milha Diária’, é um projeto que Jorge Vieira gostara que fosse disseminado pelas escolas de todo o país e que consiste em que os professores levem os seus alunos a correr durante 15 minutos, uma forma de combater o sedentarismo e de aumentar a produtividade e atenção dos alunos.

Fotos: Jorge Santiago

Aumentar a oferta formativa e qualitativa e fazer de Abrantes um centro de produção nacional de atletas lançadores do dardo, disco, martelo e peso é o objetivo da Escola Municipal de Lançamentos de Abrantes, a primeira escola do género no distrito de Santarém e a segunda em todo o país. Foto: Jorge Santiago/mediotejo.net
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here