Abrantes | ‘Senhor do seu Nariz’ na Escola Dr. Manuel Fernandes

Pormenor do cartaz "O Senhor do seu Nariz". Foto: DR

O espetáculo infantil ‘Senhor do seu Nariz’ sobe ao palco do auditório da Escola Secundária Dr. Manuel Fernandes, em Abrantes, este sábado, dia 21 de setembro, às 15:00.

PUB

Destinado a um público maior de três anos esta é uma história cheia de humor, poesia, reviravoltas inesperadas, que incentiva os mais novos a olhar para si e para os outros de mente aberta e sem julgamentos: somos todos diferentes e são essas diferenças que nos tornam únicos e especiais. Esta peça ajuda a criança a construir a sua própria identidade, a sua relação com o mundo e a tornar-se num ser ativo e tolerante.

Apelando ao imaginário, permite a transposição de universos, a vivência de outros modos de ser, a resolução de conflitos interiores e de problemas de ordem psicossocial. É, por isso mesmo, um fator decisivo na sua maturidade, no seu equilíbrio afetivo e na sua inserção no coletivo da escola e da comunidade em geral.

Álvaro Magalhães nasceu no Porto, em 1951. A sua obra para crianças e jovens, que integra poesia, conto, ficção e textos dramáticos, repartindo-se por cerca de 80 títulos, caracteriza-se pela originalidade e invenção, quer na escolha dos temas quer no seu tratamento; foi por isso várias vezes premiado pela Associação Portuguesa de Escritores e Ministério da Cultura.

‘O Senhor do seu Nariz’, um dos cinco divertidos contos desta obra homónima, é um rapaz que foi fadado para ter um nariz do tamanho de um chouriço, o que lhe tornou a vida difícil durante algum tempo. Era diferente dos outros com aquele nariz que atrapalhava muito, pelo que passou a viver longe da aldeia em que nascera. Mas, ao mesmo tempo, ser narigudo trouxe vantagens como ter um olfato apurado, uma capacidade que se revelou preciosa para a aldeia e fez do rapaz um herói, ou seja, aos poucos, a sua desgraça transformou-se em graça.

PUB

Inserido no Plano Nacional de Leitura e nas metas curriculares do 3º ano, este é uma aposta da AtrapalhArte.

A peça tem a duração de 60 minutos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here