Abrantes | Mulher de professor esfaqueado detida por homicídio

José Duarte, 51 anos, professor, foi esfaqueado na quinta-feira à noite na sua residência, em Chainça, Abrantes, tendo morrido no local, Foto: DR

A mulher do professor de 51 anos esfaqueado mortalmente na noite de quinta-feira em Abrantes foi detida pela PJ sendo considerada a autora de homicídio qualificado. A PJ da conta que a mulher de 43 anos, também professora, terá utilizado para o efeito uma faca de cozinha e um martelo.

PUB

Em comunicado, a Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Leiria, deteve, fora de flagrante delito, uma mulher, professora, fortemente indiciada da prática de um crime de homicídio qualificado, na forma consumada, sendo vítima o marido, com 51 anos de idade.

Os factos ocorreram no passado dia 16 de agosto, na residência comum do casal, sita em Abrantes, tendo a suspeita usado uma faca de cozinha e um martelo, com que desferiu múltiplos e dispersos golpes em zonas vitais, causadores da morte da vítima.

A detida, de 43 anos de idade, vai ser presente às autoridades judiciárias competentes para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Um homem de 51 anos, professor, foi esfaqueado na quinta-feira à noite na sua residência, em Chainça, Abrantes, tendo morrido no local, apesar de ainda ter recebido ajuda aos bombeiros, que já nada conseguiram fazer. A sua mulher está a ser interrogada pela PJ. Não há indícios que apontem para um cenário de assalto, relatou esta manhã o nosso jornal.

PUB

O Comandante da PSP de Abrantes, o Comissário Daniel Marques, disse ao mediotejo.net que a vítima foi “agredida com arma branca na sua residência, onde vivia com a companheira”, não tendo as equipas de investigação criminal presentes no local detetado sinais de intrusão ou assalto.

“Aparentemente, o homicídio não se verificou num quadro de assalto, furto ou roubo”, disse Daniel Marques, que deu ainda conta que “a companheira da vítima foi entregue à Polícia Judiciária para interrogatório”, estando a ser ouvida pelas autoridades policiais.

O comandante dos bombeiros de Abrantes, António Manuel, disse, por sua vez, que a vítima foi encontrada com “golpes de arma branca e ainda recebeu ajuda, tendo acabado por morrer no local”, apesar das tentativas de manobra de reanimação.

O alerta foi dado via 112 às 21:50 de quinta-feira, adiantou o comandante dos bombeiros, tendo referido ainda que “o óbito foi declarado no local” e o cadáver transportado para a morgue do hospital de Abrantes.

Professor de Matemática numa escola secundária da cidade, José Duarte, 51 anos, era casado com Margarida Rolo. Deixa dois filhos menores.

O caso foi entregue à PJ de Leiria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here