Abrantes | Moradores queixam-se de ruído e Executivo aprova redução de horário de estabecimento comercial

Reunião de Câmara Municipal de Abrantes. Munícipes queixam-se de ruído provocado por estabelecimento comercial. Créditos: mediotejo.net

Um grupo de moradores na Avenida Defensores de Chaves, em Abrantes, marcou presença na terça-feira, 19 de março, na reunião de Câmara, no sentido de alertar e pedir medidas ao Executivo para a resolução dos problemas de ruído causados pelo estabelecimento comercial Gosen Kebab House, espaço de restauração instalado naquela avenida desde julho de 2018. Sara Gosen garantiu ao mediotejo.net que vai solicitar uma reunião ao Executivo no sentido de perceber o motivo de não poder abrir o restaurante ao domingo.

PUB

Um grupo de moradores no bloco 4 da Avenida Defensores de Chaves, em Abrantes, marcou presença na última reunião de Câmara Municipal para alertar o Executivo sobre o ruído até de madrugada, designadamente ao fim-de-semana, causado pelo estabelecimento comercial Gosen Kebab House, espaço de restauração instalado na cave direita daquele edifício desde julho de 2018.

Como porta-voz do grupo, Sílvia Assares deu conta ao Executivo de não conseguir viver na própria casa e pediu medidas de resolução do problema. “Tenho dias de ir com duas três horas de sono para o trabalho […] não consigo dormir por causa do barulho. Estou mesmo no meu limite”, afirmou a moradora, assegurando que a ocorrência de ruído tem implicações na qualidade de vida dos moradores.

Reunião de Câmara Municipal de Abrantes. Munícipes queixam-se de ruído provocado por estabelecimento comercial. Créditos: mediotejo.net

Em resposta ao apelo, o presidente da Câmara Municipal, Manuel Valamatos (PS), manifestou-se “sensibilizado” com a situação garantindo ajuda na resolução da questão, em coordenação com as autoridades.

O vereador João Caseiro Gomes, que acompanha o caso, inclusive já havia recebido os moradores na Câmara Municipal, admitindo não ser “um processo fácil” deu conta da inexistência de queixas formais na Polícia de Segurança Pública (PSP), somente telefonemas a denunciar o problema, e em resposta a deslocação de patrulhas ao local, comprovando o funcionamento do Gosen Kebab House dentro do horário estabelecido.

PUB

“Os horários de funcionamento não são licenciados pela Câmara Municipal. Cada comerciante pratica o horário que bem entender desde que não entre em conflito com o bem estar das pessoas que vivem nas imediações” disse.

Adiantou que a Câmara solicitou informação por escrito ao proprietário do estabelecimento e também ao condomínio do prédio. “O condomínio responde confirmando a existência de problemas a nível de ruído, mas que não interferia com as zonas comuns, dizendo ter conhecimento do horário tardio que incomodava os moradores. Em relação ao proprietário do espaço não respondeu pelo que vamos avançar com a restrição de horário”, propondo horário semelhante ao dos estabelecimentos comerciais da envolvente, referiu o vereador.

Assim, e porque “nas participações da PSP e na informação do condomínio do prédio é evidenciada a incomodidade para os cidadãos residentes no prédio gerada pelo funcionamento do estabelecimento e pelos seus clientes no período de descanso noturno”, por deliberação aprovada por unanimidade, o Executivo decidiu avançar com a restrição do horário de funcionamento do Gosen Kebab House .

Na proposta de deliberação da Câmara de Abrantes ainda se lê que “são reportadas ações que colocam em causa o sentimento de segurança por parte de alguns cidadãos”, sendo que os proprios moradores admitiram temer “represálias” se realizassem queixas formais junto das autoridades.

A proposta aprovada prevê o funcionamento do Gosen Kebab House de segunda a quinta-feira, entre as 11h00 e as 23h00; sextas-feiras e sábados, entre as 11h00 e a meia-noite e encerramento ao domingo.

Contudo, João Gomes sublinha que “o processo não encerra” com esta aprovação. “Vamos ter que notificar várias entidades, nomeadamente o Ministério da Administração Interna, a PSP e o comerciante. Esperamos que seja rapidamente resolvido com o proprietário a aceitar e implementar este horário. Se contestar em tribunal” a situação poderá arrastar-se, explica o vereador.

Reunião de Câmara Municipal de Abrantes. Créditos: mediotejo.net

Do lado do Partido Social Democrata, o vereador Rui Santos lembrou que o Executivo “há alguns meses, relativamente ao bar Scada, aprovou uma proposta que ia no mesmo sentido da redução de horário” mantendo-se a mesma situação. Em resposta, João Gomes confirmou que também o proprietário daquele estabelecimento comercial contestou a deliberação camarária.

“E em relação ao Scada temos mais conteúdo uma vez que decorreram várias queixas e vários autos foram levantados pela PSP que certificam o funcionamento para além do horário estabelecido”. Por seu lado, o Gosen Kebab House “é diferente, porque não consta nenhuma queixa formal”, notou João Gomes.

Apesar das medidas aprovadas em reunião de Câmara um dos proprietários do estabelecimento comercial, Sara Gosen (o outro proprietário é o marido Yilmaz Gosen), disse ao mediotejo.net que vai solicitar uma reunião ao Executivo no sentido de perceber a decisão, até porque Gosen Kebab House “já funciona nos horários propostos”. No entanto, “sendo um horário semelhante ao dos estabelecimentos comerciais da envolvente terei de lembrar ao vereador que a envolvente abre ao domingo”, observou.

Sara Gonsen admitiu que “possa ter existido algum exagero de ruído de clientes durante o verão na esplanada aos fins-de-semana, mas nada mais que isso. Simplesmente porque não há clientes! Abrantes é uma cidade morta e durante o inverno às 23h00 não há ninguém dentro do restaurante nem sequer à sexta e sábado, por isso não se justifica estar aberto. E ao domingo estamos encerrados. Equacionamos poder voltar a abrir no verão mas apenas das 18h00 às 23h00, para jantares”, disse a empresária.

A proprietária garantiu que o estabelecimento atualmente está aberto de segunda a quinta-feira das 11h00 às 15h00 e das 18h00 às 23h00. Sextas e sábados das 18h00 às 00h00.

Sara nega a falta de resposta à notificação de pronúncia da Câmara Municipal. “Respondi! Inclusive enviei um e-mail a perguntar se a resposta poderia ser via eletrónica e não por carta, pedindo uma reunião com a Câmara, nunca obtive resposta”, garante.

Quanto ao barulho que os moradores acusam, justifica com “as escadas ao lado por onde passam clientes para outros estabelecimento da zona incluindo para o Scada Bar. A própria polícia já veio ao local e constatou que estávamos sozinhos dentro do restaurante a fazer limpezas às 23h00”, referiu.

Sara Gonsen deu conta ao mediotejo.net de algumas alterações realizadas no estabelecimento tendo em conta as queixas dos moradores, nomeadamente diz ter pedido um orçamento para colocação de proteção acústica no teto, que será intervencionado a qualquer momento. O casal de empresários procura agora um espaço para instalar um bar, disse ao mediotejo.net, tendo abandonado desde o verão a inicial experiência da “dinâmica de bar” existente Gosen Kebab House.

A reunião a solicitar ao vereador João Gomes será no sentido de prestar informações ao processo, dizendo-lhe inclusive que “na primeira ata do condomínio do bloco 4 os moradores concordaram com a existência de um estabelecimento comercial no edifício” que na época era um supermercado.

PUB
PUB

1 COMENTÁRIO

  1. Exato.
    Numa cidade que tem dois bares e meia discoteca, a ideia de futuro é fechar os que existem.
    Para quando uma ‘zona de bares’, em Abrantes? Até no Tramagal a noite é mais animada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here