Abrantes | Laboratório Clenlab promove Campanha de apoio à Reflorestação

Clotilde Roldão e Amaral Lopes, da direção da ClenLab, explicaram que a campanha sai fora da atividade da empresa mas que a mesma “não podia ficar indiferente” ao flagelo dos fogos. Foto: CM ABT

Por cada utente atendido no laboratório de análises clinicas da Celnlab, entre os dias 1 de fevereiro e 31 de junho, a empresa de Abrantes compromete-se a entregar uma árvore a plantar numa das áreas ardidas nos grandes incêndios do verão de 2017.

PUB

“Somos por novos Inícios” é o nome da campanha de apoio à reflorestação nos concelhos de Abrantes, Sardoal, Vila de Rei, Sertã e Mação, apresentada esta quarta-feira na sede da empresa, em Abrantes.

Clotilde Roldão e Amaral Lopes, da direção da ClenLab, explicaram que a campanha sai fora da atividade da empresa mas que a mesma “não podia ficar indiferente” ao flagelo dos fogos, tendo assumido o compromisso de contribuir para a preservação do ambiente e dos ecossistemas atingidos, no âmbito da sua responsabilidade social.

No território de Abrantes, as árvores oferecidas – pinheiro bravo ou de outra espécie autóctone – serão plantadas numa encosta que confina com a Albufeira de Castelo do Bode, virada a norte para a Praia Fluvial, na área de intervenção da ZIF de Aldeia do Mato, fortemente fustigada durante os incêndios de 2017.

A Gestiverde, entidade gestora da ZIF, será o parceiro que irá operacionalizar a reflorestação, tendo para o efeito assinado um protocolo com Clenlab. André Nunes, Técnico da Gestiverde, referiu ser uma oportunidade para ajudar a enquadrar melhor a praia fluvial mas, principalmente, para “criar valor para as gerações futuras”.

PUB

Já as Câmaras Municipais são interlocutores da campanha, por serem as entidades que melhor conhecem os seus territórios, dando apoio institucional.

A presidente da Câmara de Abrantes, presente na sessão, agradeceu a iniciativa desta empresa privada que se enquadra no espirito de responsabilidade, de entidades públicas ou privadas, a favor da defesa da floresta e das populações.

“Que esta campanha seja um incentivo à ZIF de Aldeia do Mato para começar de novo”, referiu Maria do Céu Albuquerque.

Fonte: CM ABT

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here