Abrantes | Governadora em visita oficial diz que Rotary deve estar “cada vez mais de portas abertas”

Visita oficial a Abrantes da Governadora do Distrito Rotário 1960. Créditos: mediotejo.net

“Mais beneficia quem melhor serve” foi uma das mensagens que marcou a visita oficial da Governadora do Distrito Rotário 1960 ao Rotary Club de Abrantes. No jantar festivo de encerramento, Mara Duarte salientou a necessidade de os rotários “cumprirem com a essência da organização” que passa por prestar serviço às comunidades. Como tal salientou os dois projetos mais emblemáticos do clube abrantino: o curso de liderança em parceria com o Regimento de Apoio Militar de Emergência (RAME) e as bolsas de estudo, que neste ano rotário podem chegar às 60, em parceria com o Município de Abrantes.

PUB

Esta visita, ainda que oficial, não foi a estreia de Mara Duarte em Abrantes, esta terça-feira, 29 de outubro. A Governadora do Distrito Rotário 1960 marcou presença no encerramento do curso de liderança 2019, iniciativa do Rotary Club de Abrantes destinada aos jovens e realizada em parceira com o RAME.

“No RAME foi uma visita muito localizada, o encerramento de um projeto diferenciador que o clube faz na comunidade há 10 anos, uma boa forma de os clubes de jovens da cidade de Abrantes serem mais potenciados, pela qualidade dos jovens que são admitidos nos nossos programas para as novas gerações. Hoje foi um dia para conhecer aquilo que o Clube faz na comunidade, visitando instituições, falando com o presidente da Câmara sobre futuras parcerias que podemos reforçar, no fundo, conhecer um clube que dá muito ao Distrito 1960. O Rotary Club de Abrantes é um clube que não tem dimensão para parar de sonhar”, considerou a Governadora, em declarações ao mediotejo.net.

E a visita oficial da Governadora, que acontece uma vez por ano, começou com uma visita ao Centro de Dia de Rio de Moinhos, instituição à qual o Interact entregou um donativo (uma arca congeladora, um televisor plasma e um ferro de engomar com caldeira). Depois passou pelo marco Rotário, apresentou cumprimentos na Câmara Municipal de Abrantes, realizou uma reunião de trabalho na sede do Clube e a visita encerrou com um jantar festivo.

Visita oficial a Abrantes da Governadora do Distrito Rotário 1960. João Paulo Rosado e Susana Gil. Créditos: mediotejo.net

Como convidados, presentes na cerimónia estiveram, em representação do Centro de Dia de Rio de Moinhos, uma instituição com 30 utentes, o presidente João Paulo Rosado e a diretora técnica Susana Gil. O Centro conta ainda com o projeto ‘Escola dos Sorrisos’ – com 60 utentes – que funciona como centro de convívio, dedicado a atividades como trabalhos manuais, informática ou ioga.

PUB

O Rotary Club de Abrantes tem 26 sócios e segundo Mara Duarte “faz parte da massa destes sócios” melhorar a sua comunidade, vincou. “Estão entusiasmadíssimos com a parceria com a Câmara, ao dar 60 bolsas de estudo. A fundação rotária em Portugal em 60 anos atribuiu quase 13 mil bolsas e estudo, estamos a falar de uma organização que em Portugal atribui 7 milhões de euros na Educação. Somos uma organização com impacto sobretudo nas condições de vida das pessoas”, notou.

Mara Duarte afirma que os Governadores “não têm projetos. Têm linhas orientadoras que vão transmitindo aos presidentes, e os projetos são dos clubes. Mas enquanto organização mundial existem três projetos que estamos a desenvolver neste momento, dois em Cabo Verde e um em Moçambique que passa pela construção de sete furos de água potável, toda a rede de canalização, reservatório e distribuição em fontanários. Este projeto vai ser concluído este ano e vamos mudar juntos pela mão de 68 clubes no Distrito 1960, a vida de 13500 pessoas, que fazem percursos de quilómetros para ir buscar um garrafão de água. É um pouco daquilo que podemos dar!”, afirmou.

Visita oficial a Abrantes da Governadora do Distrito Rotário 1960. Créditos: mediotejo.net

O Rotary Internacional, fundado em 23 de fevereiro de 1905, como o próprio nome indica, trata-se de uma organização internacional dedicada à prestação de serviços humanitários e educacionais, constituído por pessoas que se preocupam, de forma voluntária, em melhorar a qualidade de vida dos seus semelhantes nas respetivas comunidades e em todo o mundo. O Rotary é uma entidade humanitária apolítica e sem vínculos religiosos, aberta a todos as culturas, raças ou credos. Hoje são 34 mil clubes espalhados pelo mundo.

O Rotary Club desenvolve projetos comunitários de prestação de serviços, apoia jovens no desenvolvimento da sua educação escolar e profissional e fomenta o companheirismo como elemento capaz de criar novas amizades e proporcionar oportunidades de servir de acordo com o lema de Rotary: “Dar de si antes de pensar em si”.

Sob o lema deste ano rotário “Rotary conecta o mundo” a Governadora na sua conversa com o presidente da Câmara Municipal, Manuel Valamatos, levou o exemplo das Caldas da Rainha onde existe uma parceria entre a autarquia e o clube local de apoiarem um projeto de aquisição de equipamentos para uma unidade de saúde.

“Tentar demonstrar aos clubes e aos presidentes de Câmara que estamos a iniciar algo diferente nas nossas comunidades. Este projeto nas Caldas da Rainha ainda não está fechado, estamos a trabalhar com a Câmara, mas efetivamente é o exemplo claro, se bem concretizado e concluído, para outras Câmaras, de precedente de que é possível entregarem e acreditarem naquilo que a nossa junção de esforços pode fazer”, referiu.

Visita oficial a Abrantes da Governadora do Distrito Rotário 1960. Créditos: mediotejo.net

A Governadora, ‘companheira’ do Rotary Club de Algés, adiantou que através da fundação internacional “conseguimos colocar mais verba em cima daquela que angariamos e do esforço de todos conseguimos entregar mais. Quer as Câmaras como os clubes, a nossa função última é servir o cidadão, duas entidades com o mesmo objetivo: criar melhores condições de vida a quem tem necessidade nas comunidades. Só temos a ganhar em fazer mais e melhores parcerias” concluiu.

Durante o jantar festivo de encerramento da visita oficial da Governadora, onde estiveram presentes o Rotary Club do Entroncamento e o Rotary Club de Alcobaça,  foi também entronizado um novo “companheiro”. O economista António Belém Coelho, apadrinhado por Augusto Maia Alves, é agora membro do Rotary Club de Abrantes.

“Júlio Miguel é que de certa forma me desinquietou para estar hoje aqui e me despertou para os valores rotários. Tudo farei para ajudar o clube com solidariedade e companheirismo” na construção de uma melhor sociedade, disse.

Visita oficial a Abrantes da Governadora do Distrito Rotário 1960. António Belém Coelho. Créditos: mediotejo.net

Relativamente à entronização de António Belém Coelho, o presidente do Rotary Club de Abrantes, José Moura Neves,  afirmou cumprir o preenchimento de “uma grande lacuna no clube, o ensino” destacando a sua ligação “ao ensino, à escola, que o clube tem apoiado” ao longo da sua história.

A visita da Governadora Mara Duarte a Abrantes deixou ainda a mensagem de que o Rotary deve ser “cada vez mais uma organização de portas abertas” e “incutir nas novas gerações a essência do ser humano”.

Na cerimónia compareceram diversas individualidades da cidade e da região incluindo o comandante do RAME, Coronel de Infantaria Mário Álvares, e em representação da Câmara Municipal de Abrantes marcou presença o vereador Luís Dias.

PUB
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here