Abrantes | ESTA celebra 20 anos com “os olhos no futuro” e na resposta aos “desafios das sociedades modernas”

Cerimónia de aniversário de 20 anos da ESTA. Créditos : mediotejo.net

A Escola Superior de Tecnologia de Abrantes (ESTA) nasceu a 6 de outubro de 1999 e o dia de quarta-feira foi o escolhido para ser o primeiro que marca as celebrações dos seus 20 anos. A data festiva será assinalada durante um ano com atividades, palestras, workshops e comemorações diversas. O 20º aniversário da instituição foi celebrado no auditório da ESTA, onde estiveram presentes várias individualidades nomeadamente o presidente do Instituto Politécnico de Tomar, João Coroado, que deu conta da importância da ESTA para o desenvolvimento da região e agradeceu o empenho e comprometimento ao longo de duas décadas.

PUB

Sob o lema “orgulhosos no passado, empenhados no futuro” a Escola Superior de Tecnologia de Abrantes (ESTA) celebrou na quarta-feira, 16 de outubro, os seus 20 anos em atividade, numa cerimónia que marcou o arranque das comemorações do aniversário a assinalar durante um ano com várias iniciativas. A ESTA é a mais nova das três unidades orgânicas que integram o Instituto Politécnico de Tomar (IPT).

E foi precisamente o presidente do IPT, João Coroado, quem abriu a cerimónia, após a transmissão de um vídeo realizado pela turma de comunicação empresarial, para vincar que “a resiliência, a dedicação e a comunidade académica” têm permitido o funcionamento da instituição e “o cumprimento da nossa principal missão: preparar profissionais para contribuir para um maior desenvolvimento da região”.

Cerimónia de aniversário de 20 anos da ESTA. João Coroado. Créditos : mediotejo.net

Aliás, este pensamento convergiu com os discursos quer da diretora da ESTA, Sofia Mota, quer do presidente da Câmara Municipal de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos. Ambos sublinharam também a importância da ESTA para o desenvolvimento sustentável da região e até do País.

João Coroado, em breves minutos, delineou a história da construção da ESTA, enumerou os principais intervenientes na sua constituição, o desenvolvimento do projeto académico, da oferta formativa, dos cursos ligados às necessidades profissionais da região e aproveitou a oportunidade para, mais uma vez, mencionar o projeto da construção do complexo pedagógico ESTA “que esperamos que seja para muito breve”.

PUB

O responsável vincou que o propósito da ESTA é “preparar profissionais de elevada qualidade que participem no desenvolvimento principalmente da região”.

A posição do IPT é “dar resposta aos sectores mais estratégicos e aos que têm maior desenvolvimento como são as unidades orgânicas que, conjuntamente com os centros de investigação em laboratórios, dão corpo a esta missão”, vincou.

Em conjunto com o empenho e comprometimento de todos, João Coroado acredita ser possível “chegar muito mais longe”, concluiu.

Cerimónia de aniversário de 20 anos da ESTA. Manuel Valamatos. Créditos : mediotejo.net

Da parte do presidente da Câmara de Abrantes ficaram também palavras de compromisso ao confirmar o trabalho em andamento “para concretizarmos a construção das novas instalações da ESTA no Parque de Ciência e Tecnologia” dando conta de “uma ambição forte” no sector do ensino superior no concelho.

Manuel Valamos não deixou de referir “a energia vibrante própria de quem é jovem” na cidade de Abrantes devido à ESTA, garantindo aos alunos que podem sempre contar com a Câmara Municipal” na construção dos seus sonhos.

“Queremos trabalhar em conjunto para criarmos as melhores condições que os vossos objetivos de futuro passem por Abrantes”, disse o autarca. “Juntos vamos continuar a escrever o futuro da ESTA e de Abrantes”, assegurou.

Cerimónia de aniversário de 20 anos da ESTA. Créditos : mediotejo.net

Em 1999, o IPT, com o apoio da Câmara Municipal de Abrantes, e um grupo de professores – no início apenas seis – e alunos – que nestes 20 anos chegaram aos 3 mil numa média de 150 alunos por ano -, abriram as portas da ESTA inspirados naquela que foi a inauguração de uma instituição de ensino que quebra barreiras há 20 anos, atribuindo à proximidade de docentes, não-docentes e estudantes a importância máxima no sucesso dos seus alunos.

Durante estas duas décadas implementaram-se 6 cursos de Licenciatura, 2 de Mestrado, 2 Pós-Graduações, 6 Cursos de Especialização Tecnológica e 9 Cursos Técnicos Superiores Profissionais.

Eugénio Pina de Almeida foi o diretor que inaugurou a ESTA. No ano presente, é dirigida por Sofia Silva Mota, que se orgulha de “poder dizer que temos cursos que albergam cada vez mais formandos”.

“Estudantes a licenciarem-se e a entrarem diretamente no mercado de trabalho e ex-estudantes com cargos executivos e com carreiras de sucesso, apesar de termos de lutar diariamente para que se entenda que somos uma instituição de referência, mesmo estando no centro do País. Mas acima de tudo, foram 20 anos de muitas conquistas, com parceiros e profissionais únicos que nos fazem sempre querer mais e melhor”, disse a atual diretora.

Cerimónia de aniversário de 20 anos da ESTA. Sofia Mota. Créditos : mediotejo.net

A ESTA celebrou duas décadas de ensino superior em Abrantes que “contribuiu para a especialização inteligente, para a promoção e atratividade da região. Uma escola cada vez mais aberta à comunidade e consciente da importância do seu compromisso social e cultural”, referiu Sofia Mota.

A diretora expressou o sentimento geral da ESTA como sendo de orgulho no seu passado mas de olhos postos no futuro com ambição de “ser capaz de responder aos desafios das nossas sociedades modernas, evidenciando-se como centro de competência de transferência de conhecimento ao nível regional e nacional, propiciando o acesso a uma oferta formativa atual, versátil e em consonância com as necessidades da sua região de influência, ao mesmo tempo que terá de ser suficientemente flexível para se adaptar rapidamente aos novos estímulos e às mudanças constantes, em benefício do desenvolvimento e da sustentabilidade da região e do país”.

Nestes 20 anos, a ESTA considera ter provado que “uma instituição no centro do País, colocada num concelho com menos de 40 mil habitantes, longe do frenesim dos grandes centros e dos arranha-céus, mas com festas académicas sonantes, com professores que sabem o nome dos seus alunos, convidados de excelência num ambiente intimista e com uma formação de qualidade reconhecida no mercado de trabalho, faz diferença no futuro”.

Sofia Mota reconhece o “muito trabalho” pela frente mas manifesta-se convicta que “com a colaboração de todos, não haverá desafios que não consigamos superar […]. Parabéns a todos nós, porque todos nós somos ESTA”, concluiu.

Cerimónia de aniversário de 20 anos da ESTA. Créditos : mediotejo.net

A cerimónia terminou com apontamentos musicais pelas guitarras dos professores e pelas vozes dos alunos que apresentaram o Hino da ESTA, da autoria de Helder Pestana, e naturalmente, com a famosa palha de Abrantes.

Cerimónia de aniversário de 20 anos da ESTA. Créditos : mediotejo.net
PUB
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here