Espalhafitas exibe hoje “As Mil e Uma Noites”, de Miguel Gomes

O Espalhafitas, cineclube da Associação Cultural Palha de Abrantes, vai exibir hoje, às 21h30, o primeiro filme da trilogia “As Mil e Uma Noites”, de Miguel Gomes.

PUB

Durante o mês de outubro, o Sr. Chiado, no centro histórico da cidade, recebe os multi-premiados filmes que já percorreram alguns dos mais importantes festivais de cinema internacionais.

Na semana seguinte, a 21 de outubro, numa colaboração entre o Espalhafitas e a licenciatura em Comunicação Social da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes (ESTA), haverá uma sessão especial que contará com a presença de três jornalistas (Maria José Oliveira, João de Almeida Dias e Rita Ferreira) que fizeram a pesquisa que deu origem à trilogia. No mesmo dia será ainda transmitido o segundo filme de Miguel Gomes – “As Mil e Uma Noites: Volume 2, O Desolado”.

“As Mil e Uma Noites: Volume 3, O Encantado” será exibido a 28 de outubro, pelas 21h30, fechando a trilogia de Miguel Gomes.

O projecto cinematográfico retrata um país entre o real e o fantasioso, que engloba histórias que vão das manifestações de rua contra a Troika ao silêncio dos estaleiros de Viana do Castelo, passando pelo desespero de um desempregado, pelas manobras de um político euro(s)centrado, pelos incêndios de Verão ou mesmo pelo tradicional banho de Ano Novo.

PUB

Apresentado em Cannes em maio de 2015, a trilogia percorreu outros grandes festivais de cinema internacional, arrecadando o Prémio da Crítica Internacional (Fopresci) e o prémio máximo da seleção oficial do Festival de Cinema de Sydney. Será o representante de Portugal nos Oscares do próximo ano.

SINOPSE:

Num País Europeu em crise, Portugal, um realizador propõe-se a construir ficções a partir da miserável realidade onde esta inserido. Mas incapaz de descobrir um sentido para o seu trabalho, foge cobardemente, dando o seu lugar à bela Xerazade. Ela precisará de ânimo e coragem para não aborrecer o Rei com as tristes histórias desse país! Com o passar das noites, a inquietude dá lugar à desolação e a desolação ao encantamento. Por isso Xerazade organiza as histórias que conta ao Rei em três volumes. Começa assim: “Oh venturoso Rei, fui sabedora de que num triste país entre os países…”

(in http://www.osomeafuria.com/)

BIOGRAFIA DO REALIZADOR

Miguel Gomes nasce em Lisboa, em 1972. Estuda na Escola Superior de Teatro e Cinema e trabalha como crítico de cinema entre 1996 e 2000. Realiza várias curtas e estreia-se na realização de longa-metragem com A CARAQUE MERECES (2004).

AQUELE QUERIDO MÊS DE AGOSTO (2008) e TABU (2012) vêm confirmar o seu sucesso e projecção internacional. TABU estreia em cerca de 50 países e vence mais de uma dezena de prémios. Retrospectivas da sua obra tiveram lugar na Viennale, BAFICI, Turim, Alemanha e EUA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here