Abrantes: Concelho não deverá receber refugiados

Tarifas de sanemanto podem vir a ser reduzidas caso a Abrantáqua recebe apoio financeiro para a obra, já concluída, da ETAR dos Carochos Foto: mediotejo.net

A falta de habitação social é um dos motivos para o concelho de Abrantes não fazer parte dos municípios que vão receber refugiados sírios.

PUB

Em declarações ao mediotejo.net, Maria do Céu Albuquerque, presidente da Câmara Municipal de Abrantes, esclareceu que “neste momento ainda não assumimos qualquer compromisso sobre este assunto até porque é necessário um conjunto de requisitos que neste momento a Câmara, alguns deles, não consegue cumprir, nomeadamente a habitação, nós não temos habitação social disponível”.

A autarca acrescentou que “temos uma lista de espera grande de habitação social, gostaríamos que não tivéssemos esta lista de espera e é nesse contexto que vamos avaliar essa possibilidade” de receber refugiados.

Na região do Médio Tejo, o concelho de Ferreira do Zêzere acolheu uma família de refugiados sírios que chegou em dezembro passado; o município da Sertã aguarda a chegada de três famílias de refugiados sírios, num total de 12 pessoas, no âmbito de uma parceria com a Cáritas; e Torres Novas está a preparar duas habitações sociais para receber duas famílias de refugiados.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here