7 Perguntas | Pratos, Tapas e um Pombo n’A Taberna em Alferrarede

Sandro Pombo

“Existia a necessidade de um restaurante assim em Abrantes, que funde muito bem o passado com presente. As pessoas são muito simpáticas, a decoração bem conseguida, o espaço é acolhedor (a tal coisa de nos sentirmos como em casa) e comida é muito boa (afinal de contas, é para isso que lá vamos). Ao almoço funciona apenas com 2/3 pratos (tal como uma taberna) e à noite com petiscos (estilo tapas), que eleva o sentido de partilha à mesa, que tanto aprecio.”

É assim que é descrito o restaurante “A Taberna” em Alferrarede Velha no blog O meu escritório é lá fora. A complementar esta opinião do abrantino Carlitos, o mediotejo.net fez umas perguntas ao Sandro Pombo, cujo apelido empresta ao nome do restaurante, afinal a casa é conhecida por Taberna Pombo…

Nome: Sandro Pombo
Idade: 43 anos
Função: Gerente

O que faz a empresa: Restaurante e casa de petiscos com noites de música ao vivo

Há quantos anos lançou o seu negócio?
Há 2 anos

Como surgiu a ideia?
Através do gosto que tenho pela hotelaria.

Lembra-se da primeira pessoa a quem contou o que planeava fazer? Quem foi e como reagiu?
Lembro, foi a uns amigos. Chamaram-me maluco. Se calhar não era a melhor altura…

Qual a maior ou melhor aposta que fez no seu negócio?
O risco sobre o descrédito pelo mercado.

Houve algum investimento que preferia não ter feito?
Não.

O que o diferencia da concorrência?
A casa e a inovação sobre o existente no mercado

Como vê o seu negócio daqui a 5 anos?
Expandido. Ter mais TABERNAS.

NR: Artigo do blog in http://www.omeuescritorioelafora.pt/4-restaurantes-para-ir-em-abrantes/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here